Angop - Agencia Angola Press NewsAngop - Agencia Angola Press News

Ir a la página principal
Luanda

Max:

Min:

Inicio » Noticias » Internacional

10 de octubre, 2019 - 06:07hs - Actualizado 10 de octubre, 2019 - 06:06hs

Conflito: Exército turco inicia ofensiva na Síria

Akçakale - A Turquia lançou uma operação militar contra combatentes curdos no nordeste da Síria, nesta quarta-feira, poucos dias depois de tropas norte-americanas se retirarem da região.

Enviar correo

Para compartir esta noticia por correo electrónico, llene la siguiente información y haga clic en Enviar

Correcto

Para informar de errores en los textos de los artículos publicados, complete la siguiente información y haga clic en Enviar

Segundo informações da Reuters, os ataques aéreos e fogo de artilharia atingiram posições da milícia YPG ao redor da cidade fronteiriça de Ras al Ain.

Ao anunciar o início da acção, o presidente Tayyip Erdogan disse que o objectivo é eliminar o que chamou de “corredor de terror” na fronteira sul turca.

A Turquia está pronta para avançar sobre o nordeste da Síria desde que tropas dos Estados Unidos da América (EUA), que vinham lutando com os curdos contra o Estado Islâmico, começaram a se retirar da área, uma mudança de directriz abrupta do presidente Donald Trump amplamente criticada em Washington por ter sido vista como uma traição aos aliados curdos.

Uma fonte de segurança turca disse à Reuters que a operação militar foi iniciada com ataques aéreos.

Várias grandes explosões sacudiram Ras al Ain, localizada pouco depois da fronteira e de frente para a cidade turca de Ceylanpinar, informou um repórter da CNN turca, acrescentando que era possível ouvir os aviões no céu e ver fumaça sobre edifícios da cidade.

Moradores estavam abandonar a cidade, segundo testemunhas.

Potências mundiais temem que a acção inicie uma nova fase na guerra da Síria e aprofunde o caos regional. Ancara disse que pretende criar uma “zona segura” para devolver milhões de refugiados à Síria.

Mais cedo, Erdogan disse ao presidente da Rússia, Vladimir Putin, em uma conversa telefónica, que a operação ajudará a levar paz e estabilidade à Síria.

Mas Damasco se disse determinada a confrontar qualquer agressão turca com todos os meios legítimos.

Para a Turquia, que vê os combatentes curdos da milícia YPG no nordeste da Síria como terroristas devido aos seus laços com militantes responsáveis por uma insurgência em solo turco, um influxo de sírios não-curdos ajudaria a criar uma zona tampão contra sua principal ameaça de segurança.

Asuntos Internacional  

Lea también
  • 09/10/2019 16:45:52

    Gobierno sirio urge kurdos juntarse a filas pro gubernamentales

    Damasco - El viceministro de Negocios Extranjeros de Siria, Faisal Mekdad, exhortó el martes a los kurdos sirios para juntarse a las fuerzas gubernamentales después de haber sido, aparentemente, abandonados por los aliados norteamericanos en el noroeste del país.

  • 04/10/2019 17:24:03

    Israel: Netanyahu intenta sin éxito conseguir apoyo de Lieberman para Gobierno

    Jerusalém - Benjamin Netanyahu, encargado de formar Gobierno en Israel, intentó el jueves sin suceso conseguir el apoyo del antiguo socio Avigdor Lieberman, que insistió que solo apoyará un ejecutivo de unión en que participe también la coligación Azul y Blanco.

  • 04/10/2019 17:10:29

    Venezuela: Nicolás Maduro anuncia viaje a Corea del Norte

    Caracas - El presidente venezolano, Nicolás Maduro, anunció el jueves que "en breve", visitará Corea del Norte, país con el cual Venezuela mantiene relaciones bilaterales y comerciales pero que aún no tuvo la oportunidad de conocer.