Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

24 Junho de 2008 | 12h21

Botswana apela à uma " acção concertada " da região

Zimbabwe/eleição

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

 Gaberone, 24/06 - O governo da Botsuana apelou hoje à uma  " acção concertada" da África austral sobre o Zimbabwe em vista para um novo voto, considerando que as tensões actuais " não podem meter mais o país na sua grave crise económica e politica".

 " O Zimbabwe está num momento crucial" da sua história, considera o governo de Gaberone num comunicado publicado pelo ministério dos Negócios estrangeiros.

 " É essencial que o povo possa exprimir a sua vontade na hora de eleições livres e equitativas, organizadas na paz e segurança" , acrescenta, apelando à região à " uma acção concertada para uma solução durável".

Desde o início da crise no Zimbabwe, a organização regional da Comunidade de desenvolvimento da África austral (SADC, 14 países) foi criticada muito pela sua falta aparente de firmeza.

 Notando a sua  " profunda preocupação" perante a decisão do líder da oposição, Morgan Tsvangirai, que renunciou, devido às violências, de participar na segunda volta de  eleição presidencial previsto para sexta-feira, Gaborone evoca a possibilidade de uma aposta ao desterro do governo zimbabweano.

 " Esperamos o relatório da missão de observação da Comunidade de desenvolvimento da África austral" , ao qual participou o Botsuana, " paranos pronunciarmos sobre o reconhecimento e a legitimidade dos candidatos à presidencial, e por conseguinte do governo da República do Zimbabwe."

 Retirando-se da corrida à presidência, Tsvangirai abre o caminho à manutenção ao poder do chefe de  Estado cessante, Robert Mugabe, 84 anos dos quais 28 no poder.