Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

27 Março de 2009 | 10h52 - Actualizado em 27 Março de 2009 | 10h52

SOS Crianças Talibés precisa de alimentos, roupas e material escolar

Guiné-Bissau

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bissau - O presidente da organização da Guiné-Bissau SOS Crianças Talibés, sedeada em Bafatá, Malam Baio, alertou hoje para a
necessidade daquela instituição ser ajudada com alimentos, roupas e material escolar para as crianças.  


  
"Apelo às pessoas para ajudarem a SOS Crianças Talibés com alimentos, roupas e material escolar", afirmou em declarações à agência Lusa Malam Baio.  


  
Segundo o presidente desta organização guineense, o controlo das fronteiras com o Senegal e a Guiné-Conakri foi reforçado com vista a impedir a circulação de crianças e prevê "recolher nos próximos meses três vezes mais talibés do que o habitual".  


  
O fenómeno dos talibés (crianças que estudam o Corão) em África tem sido associado a uma nova forma de escravatura.  


  
O ensino dos estudos corânicos tem sido utilizado por falsos mestres para seduzir centenas de pais a enviar as suas crianças para o Senegal, no caso da Guiné-Bissau, com o objectivo de aprenderem a ler o Corão.  


  
Estes mestres obrigam, contudo, as crianças a mendigar nas ruas dinheiro e comida para seu próprio proveito.  


  
A polícia guineense juntamente com organizações não-governamentais tem tentado controlar o fenómeno dos talibés. 


  
Contudo, com o final do ano lectivo em Junho e o início das férias, o fenómeno tende a aumentar.  


  
Nesse sentido, Malam Baio, prevendo o aumento do número de intercepções de criança junto às fronteiras, teme não poder dar assistência alimentar a todos e apela à ajuda humanitária a favor da organização que dirige.