Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

03 Março de 2011 | 16h31 - Actualizado em 03 Março de 2011 | 16h30

Trinta milhões de euros para refugiados

Líbia

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Choucha, Tunísia - A Comissária Europeia, Kristalina Georgieva, encarregue da cooperação internacional, da ajuda humanitária e da reacção as crises, anunciou uma ajuda da União Europeia (UE) de 30 milhões de euros para fazer face a crise dos refugiados que fogem as revoltas na Líbia.

   
"Nós aumentamos substancialmente o nosso apoio financeiro dos três milhões de euros, que nós tínhamos anunciados sexta-feira, para 30 milhões de euros", declarou Georgieva no curso de uma visita a fronteira tuniso-libio.


Esse ajuda destina-se a pelo menos 90 mil pessoas que fugiram da Líbia desde 20 de Fevereiro, segundo as últimas cifras comunicadas hoje (quinta-feira) pela ONU em Túnis.  


A UE diz ter mobilizado os Estados membros para ajudar a evacuar essas pessoas com toda segurança.


"Nós tínhamos já sete dos nossos Estados membros que estão engajados para trazer pelo menos 20 mil pessoas nas suas fronteiras", precisou Georgieva.


A comissária deslocou-se ao campo de refugiados de Choucha, a cerca de sete quilómetros de Ras Jedid, onde um campo de 1.800 tendas foi montadas pelo Alto Comissariado da ONU para os Refugiados e onde os trabalhos de extensão prosseguem hoje (quinta-feira).


Antes de se deslocar a fronteira tunisino-libiana, a comissária europeia se encontrou em Túnis com o ministro dos Negócios Estrangeiros, Mouldi Kéfi.