Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

11 Janeiro de 2012 | 16h13 - Actualizado em 11 Janeiro de 2012 | 16h12

Morreu um ex-ministro do governo de Gbagbo em Israel

Côte d'Ivoire

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Abidjan - O antigo ministro ivoiriense da Economia, Paul-Antoine Bohoun Bouabré, que foi um homem forte do regime de Laurent Gbagbo (2000-2011), morreu em Israel por doença, soube-se hoje (quarta-feira) de uma fonte afecta a sua família.

Nascido a 9 de Fevereiro de 1957 na região de Issia (centro-oeste do país), Bouabré "morreu na noite de terça para quarta-feira em Jerusalém", disse  à AFP um membro da sua família, sem precisar a doença que o vitimou.

              
"Fomos informados nessa quarta-feira desta manhã. Sabíamos que estava doente", indicou à AFP Augustin Guéhoun, um responsável da Frente Popular  Ivoiriense (FPI), partido de Gbagbo.

Bohoun Bouabré foi ministro da Economia, depois do Plano sob a presidência de Laurent Gbagbo e era um pilar do regime.


              
Refugiado no exterior há vários meses, ele é objecto de um mandado de captura emitido pela justiça de novas autoridades iviriense por crime de corrupção.


             
O nome desse economista era regularmente citado no caso do desaparecimento do jornalista franco-canadiano Guy-André Kieffer em Abril de 2004 em Abidjan. era o entendimento comum em relação tamém a ex-primiera-dama Simone Gbagbo, pelo juiz francês Patrick Ramaël em Abril de 2009 , no qudro deste caso.

              
Como grande financiador do poder, Bohoun Bouabré era sempre posto em causa por Kieffer no seus artigos. Mas ele negou qualquer vínculo com o desaparecimento do jornalista.


              
Após a descoberta dos ossos a semana passada perto de Issia, os resultados de análise do DNA poderão ser conhecidos hoje e esclarecerão se é ou não o de Kieffer, segundo a esposa do jornalista.