Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

21 Abril de 2017 | 11h36 - Actualizado em 21 Abril de 2017 | 11h35

África do Sul: País homenageia herói da libertação Philip Kgosana

Cidade do Cabo - As homenagens multiplicaram-se na África do Sul em memória ao herói da libertação Philip Lgasana, que faleceu quinta-feira aos 81 anos de idade, em Pretória, vítima de doença.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mapa da África do Sul

Foto: pesquisa

O antigo dirigente do Congresso Panafricano (PAC) tornou-se célebre devido à organização em 1960, na Cidade do Cabo, de uma marcha que reuniu 30 mil pessoas para denunciar as leis segregacionistas impostas pelo apartheid.

Esta manifestação coincidiu com uma outra em Sharpeville, arredores de Joanesburgo, onde 69 pessoas foram mortas e várias outras ficaram feridas, numa tragédia que suscitou a indignação da comunidade internacional e abriu a via ao processo que desembocou no isolamento do regime de apartheid.

Kgosana foi depois detido e a repressão da Polícia nos dias seguintes deixou três mortos e 26 feridos.

O presidente Jacob Zuma apresentou as suas condolências à família do malogrado. O partido da oposição EFF (Combatentes da Liberdade Económica, na sigla em inglês), por sua vez, considerou que os sacrifícios de Kgosana “são a prova de que os jovens podem também ter um impacto no curso dos acontecimentos”.

"Nunca se é demasiado jovem para se engajar na revolução. Com efeito, é o dever da juventude proteger os oprimidos dos abusos de um Governo opressivo", declarou Mbuyiseni Ndlozi, porta-voz da EFF.

Assuntos África do Sul  

Leia também