Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

17 Julho de 2017 | 15h54 - Actualizado em 17 Julho de 2017 | 18h52

Congo: Eleições legislativas e locais de domingo sem incidentes de vulto

Brazzaville - Chamados a eleger os seus representantes à Assembleia nacional e aos conselhos departamentais, os congoleses votaram domingo, timidamente e sem incidentes de vulto, para as eleições legislativas e locais no país, noticiou o JueneAfrique.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mapa do Congo Brazzaville

Foto: Divulgação

Ainda desconhecida, a taxa de participação foi uma das grandes preocupações desses dois escrutínios, mas sabe-se que terá sido fraca, à semelhança do que foi possível observar na assembleia de voto montada na Câmara municipal de Brazzaville, onde compareceram apenas 20 eleitores.  

A Federação da oposição congolesa composta pela Frocad, a Iniciativa para a democracia no Congo (IDC), e a Componente Jean-Marie Michel Mokoko (CJ3M), tinha lançado um apelo ao boicote.

O presidente da Comissão nacional eleitoral independente (CNEI), Henri Bouka, congratulou-se com o acto, afirmando que "tudo estava a correr bem", apelando aos eleitores a comparecer em maior número antes do termo do escrutínio.

Essa satisfação do presidente do CNEI, contrasta com alguns incidentes ligeiros registados no norte do país, aliados à alguns problemas técnicos.

O escrutínio foi marcado em algumas zonas por várias horas de atraso. Os responsáveis das assembleias de voto tiveram que aguardar por muito tempo a recepção de material eleitoral por parte dos responsáveis do CNEI.

Na região de Cuvette-Oeste (norte), os incidentes foram assinalados em Kellé, onde os manifestantes roubaram as urnas, perturbando a votação e acusando as intenções da CNEI de conceder vantagens ao candidato do PCT.

A votação foi adiada em oito das 14 circunscrições do Pool (sul), região vizinha de Brazzaville, assolada pela violência após as presidenciais contestadas de 2016, ganhas pelo presidente Sassou Nguesso.

Por seu turno, o chefe de Estado exerceu o seu direito de cidadania na capital. Seu partido, o Partido Congolês do Trabalho (PCT) procura conservar a maioria que possui na Assembleia nacional.

Entretanto, nenhuma data foi anunciada para a publicação dos resultados desse duplo escrutínio. Cento e 151 assentos são disputados para as legislativas, por um total de 771 candidatos, contra 711 nas locais.

Assuntos Eleições  

Leia também
  • 10/07/2017 18:08:20

    Senegal/Legislativas: Ex-presidente Wade aguardado em Dakar

    Dakar - O ex-presidente senegalês, Abdoulaye Wade, 91 anos, é aguardado esta segunda-feira, em Dakar, para participar na campanha para as eleições legislativas de 30 de Julho, soube-se junto da sua formação política, o Partido Democrático Senegalês (PDS), citado pela AFP.

  • 07/07/2017 18:53:37

    RD Congo: Comissão eleitoral descarta possibilidade de eleições antes do final do ano

    Paris (França) - O presidente da Comissão eleitoral nacional independente (Ceni), Corneille Nangaa, declarou esta sexta-feira, em Paris, que a organização das eleições presidenciais e legislativas na República Democrática do Congo, não será "possível" antes do final do ano, noticiou a AFP.

  • 05/07/2017 16:27:36

    Quénia/Eleições: Principais candidatos anulam debates televisivos

    Nairobi - Uhuru Kenyatta, Presidente cessante do Quénia, e Raila Odinga, líder da oposição, ambos principais candidatos à eleição presidencial de 08 de Agosto próximo, não participarão dos dois debates televisivos como estava previsto, anunciaram os seus respectivos partidos, que evocam questões de formato, noticiou a AFP.