Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

07 Agosto de 2017 | 17h28 - Actualizado em 08 Agosto de 2017 | 10h46

África do Sul: Vice-ministro acusado de agredir uma mulher pede desculpas

Joanesburgo - O vice-ministro sul-africano da Educação, Mduduzi Manana, acusado de ter agredido violentamente uma mulher, num clube nocturno de Joanesburgo, pediu, num comunicado, as suas desculpas à vítima.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Apresento as minhas desculpas, sem reservas a Mandisa Duma, a sua família, ao governo sul-africano, a todos os sul-africanos e, em particular, a todas as mulheres, lê-se no comunicado.

O porta-voz da Polícia, Vuyo Mhaga, explicou a AFP, que o incidente ocorreu domingo as quatro horas, no Cubana Club, uma boite de luxo no bairro Fourways, em Joanesburgo.

O ministro sul-africano da Polícia, Fikile Mbalula, qualificou as acusações de preocupantes e solicitou um inquérito sobre o caso.
"Ninguém está acima da Lei, independentemente da sua posição na sociedade”, disse.

O Congresso nacional africano (ANC), no poder, manifestou-se decepcionado, enquanto a Aliança Democrática, primeiro partido da
oposição, pediu a demissão do governante.

Na África do Sul, a violência contra as mulheres é recorrente: segundo estatísticas oficiais, uma mulher morre todas as oito horas, vítima de
agressão.

Assuntos Mulheres