Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

11 Agosto de 2017 | 19h44 - Actualizado em 11 Agosto de 2017 | 19h43

Tanzânia: Policia mata presumíveis implicados na morte de seus agentes

Nairobi (Quénia) - A polícia tanzaniana anunciou nesta sexta-feira, em Nairobi, ter morto 13 “criminosos” envolvidos, segundo a corporação, numa série de ataques mortíferos contra os deputados locais e os elementos das forças da ordem no leste do país, noticiou a AFP.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo a mesma fonte, os 13 criminosos foram mortos durante trocas de tiros com os elementos da polícia (na madrugada de quinta-feira), em Tangibovu, no distrito de Kibiti”, declarou a polícia tanzaniana num twitter em swahili.

A polícia acrescenta ter apreendido durante esta operação oito pistolas metralhadoras SMG, 158 cartuchos, duas motos e sacos de roupas, que foram utilizados por esses “criminosos”.

Durante uma conferência de imprensa quinta-feira, em Dar-es-Salaam, a capital económica, o chefe da polícia tanzaniana, Simon Sirro, afirmou dispor de provas de implicação de 13 “criminosos” nas mortes de uma dezena de policias na região de Kibiti e seus arredores.

Acrescentou, que a operação tinha custado a vida a essas 13 pessoas, cujos corpos estão actualmente na morgue do hospital nacional de Muhimbili, em Dar-es-Salaam, afirmando ter sido possível graças as informações fornecidas por um cúmplice do grupo, que a polícia conseguiu deter.

De igual modo, dois polícias foram mortos por balas no final de Junho, no distrito de Kibiti, a pouco mais de 100 quilómetros a sul da capital económica Dar-es-Salaam.

Em meados de Abril, oito polícias, que regressavam de uma patrulha, foram mortos nesse mesmo distrito, quando o seu veiculo foi atacado por desconhecidos.  

Os mesmos faziam parte de uma unidade especial da polícia para pacificar esta região, na sequência de uma série de ataques direccionados contra os policiamentos locais e das
forças da ordem.

Assuntos Tanzânia  

Leia também
  • 27/07/2017 18:58:25

    Tanzânia: Seguranças privados ameaçam entrar em greve

    Nairobi - Trabalhadores de segurança privada ameaçaram processar e entrar em greve exigindo um aumento salarial em 18 por cento, segundo uma directiva do presidente emitida a 01 de Maio, Dia do Trabalhador, noticiou esta quinta-feira a AIM.

  • 27/07/2017 16:14:14

    Tanzânia: Autoridades proíbem novos ingressos em 19 universidades do país

    Dar es Salaam - As autoridades tanzanianas ligadas ao ensino superios, proibiram 19 universidades do país de aceitar novos ingressos depois de um relatório apresentar uma lista negra de instituições que dão educação de fraca qualidade, noticiou esta quinta-feira a Aim .

  • 25/07/2017 16:16:06

    Tanzânia: Opositor inculpado por criticar o presidente John Magufuli

    ^Nairobi (Quénia) - O número dois da oposição tanzaniana no Parlamento, foi acusado por proferir discursos que incitam o ódio, após ter abertamente criticado o presidente tanzaniano, John Magufuli e seu governo, soube-se esta terça-feira, de fonte judiciaria e junto do seu seu partido, noticiou a AFP.