Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

13 Setembro de 2017 | 18h18 - Actualizado em 13 Setembro de 2017 | 18h47

Burundi: Tesoureiro do partido de oposição raptado em Bujumbura

Bujumbura - Um tesoureiro do Partido para a Paz e Desenvolvimento UPD), na oposição no Burundi, foi sequestrado terça-feira enquanto caminhava com a sua esposa na capital Bujumbura, noticia hoje a AFP.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Protestos de militantes da oposição em Bujumbura (foto de arquivo)

Foto: CARL DE SOUZA

Segundo a esposa, Liberty Nzitonda, o seu marido Leopold Habarugira, tesoureiro do UPD, de 54 anos, foi sequestrado terça-feira à tarde por quatro homens, incluindo um que envergava uniforme da polícia, com uma arma de fogo, e levado para o interior de um veículo, reporta a agência noticiosa AFP.

“Eu tenho medo porque sei que pessoas têm sido sequestradas neste país e os seus corpos são encontrados mais tarde, ou nunca aparecem,” disse ela.

O presidente do UPD, Chauvineau Mugwengezo, que se encontra exilado, disse que o sequestro de Habarugira corresponde aos métodos dos serviços secretos burundeses (SNR).

A polícia não esteve disponível para comentários terça-feira.

Habarugira é um homem de negócios e um dos poucos membros da oposição que se encontram ainda no Burundi, apesar dos ataques.

A sua esposa disse que ele escapou a uma tentativa de assassinato em 2016.

O antigo presidente e porta-voz do UPD foi assassinado em 2015.

O Burundi está a passar por tensões políticas entre o governo e a oposição, sofrendo as formações opositoras de  desaparecimentos forçados e tortura, enquanto muitos outros viram-se na contingência de se exilarem.

Assuntos Burundi  

Leia também