Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

09 Fevereiro de 2018 | 17h55 - Actualizado em 09 Fevereiro de 2018 | 17h54

Nigéria: Refugiados camaroneses agravam pobreza em aldeias nigerianas

Abuja - A contínua chegada de refugiados camaroneses agrava os índices de pobreza nas zonas onde se encontram assentados, advertiu nesta sexta-feira, em comunicado, a entidade de beneficiência católica Caritas, citada pela Prensa Latina.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mapa da Nigeria

Foto: Divulgação

Segundo o comunicado, que cita Evaristus Bassey, director da Caritas-Nigéria, a crise nas regiões anglófonas transcende os parâmetros políticos e de segurança e cria uma situação humanitária.

Uma pesquisa revelou que a maioria desses refugiados estão assentados em comunidades nigerianas fronteiriças com os Camarões, "vivem onde podem, carecem de apoio oficial e dependem da generosidade da população, que apenas possui as roupas que vestem", lê-se no texto.

Dezenas de milhares de camaroneses optam por abandonar os seus locais de residência devido ao conflito entre o governo e a comunidade anglófona, cujos líderes proclamaram em Outubro último, a secessão das regiões nordeste e sudoeste, nas quais são maioritários.

Assuntos Refugiados  

Leia também
  • 12/12/2017 11:56:46

    Guiné-Bissau e Acnur firmam parceria para integrar refugiados

    Bissau - A Comissão Nacional dos Refugiados e Deslocados Internos, uma estrutura do governo da Guiné-Bissau, e a Agência das Nações Unidas para Refugiados, Acnur, lançaram bases para a concessão de nacionalidade guineense a cerca de 10 mil refugiados, informou hoje a Rádio das Nações Unidas.

  • 11/12/2017 14:53:16

    RD Congo: Refugiados burundeses recusam registo biométrico

    Bukavu (RDC) - Mais de dois mil refugiados burundeses vivendo num campo de trânsito na República Democrática do Congo (RDC) estão a resistir a planos de os registar numa base de dados biométrica, dizendo que isso é contra os princípios da sua religião, noticiou nesta segunda-feira, a AIM.

  • 12/11/2017 11:15:53

    Somália: Mais de 108 mil somalis regressam de forma voluntária ao país

    Mogadiscio - Um total de 108 mil 498 somalis regressaram de forma voluntária a Somália, desde Dezembro de 2014, informou sábado, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), citado pela Prensa Latina.