Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

14 Fevereiro de 2018 | 11h31 - Actualizado em 14 Fevereiro de 2018 | 11h31

Egipto: Exército mata 15 supostos jihadistas e detém 153 no Sinai

Cairo - As Forças Armadas do Egipto anunciaram nesta quarta-feira a morte de 15 supostos jihadistas e a detenção de outros 153 suspeitos, alguns deles estrangeiros, no Sinai (nordeste), dentro da grande operação de segurança, iniciada na sexta-feira passada, informou a Agência EFE.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Egipto: Forças de Segurança egípcias num local do atentado

Foto: MOHAMED EL-SHAHED

Desde o começo da operação, o Exército informou da morte de um total de 53 supostos jihadistas e da detenção de 679, incluindo os de hoje, segundo os comunicados difundidos pelo porta-voz militar, Tamer al Refai.

O Exército detalhou, no seu comunicado de hoje, que destruiu 38 túneis que os radicais usavam para atacar as Forças Armadas e conseguiram desactivar 63 cargas explosivas.

Os militares não informaram sobre vítimas civis nem nas fileiras militares na operação, iniciada na sexta-feira passada e que continua em aberto.

Assuntos Egipto  

Leia também