Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

06 Dezembro de 2018 | 12h29 - Actualizado em 06 Dezembro de 2018 | 12h29

Níger:Presidente Mahamadou Issouf orienta conferência do G5-Sahel em Nouakchot

Niamey - O Presidente nigerino, Mahamadou Issoufou, participa nesta quinta-feira, em Nouakchot, para orientar no mesmo dia, a conferência de coordenação das parcerias e doadores do fundo G5 Sahel.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

mapa da Mauritânia

Foto: Angop

O facto foi anunciado em comunicado, pelo Comité Nacional de Coordenação das Acções do G5 Sahel, em Niamey.

Do encontro, participam os presidentes da Mauritânia, do Burkina Faso; do Mali e do Tchad, bem como os parceiros bilaterais; os responsáveis das instituições financeiras regionais e internacionais, dos investidores privados nacionais e internacionais; dos fundos soberanos, das organizações não governamentais e dos mecanismos de inovação de financiamento.

O objectivo é o de mobilizar a comunidade internacional para o financiamento e a implementação do Programa de Investimento Prioritário (PIP), que representa todos os 40 projectos que os Estados membros querem alcançar até final de 2021, particularmente nas suas zonas transfronteiriças, para benefício das populações vulneráveis.

Tais projectos giram em torno de quatro pilares estratégicos que são segurança de defesa, governação, infra-estrutura e a resiliência humana e desenvolvimento para um total de 1310 mil milhões de francos CFA, ou seja, mais de 2 biliões e 270 milhões.

Criado a 16 Fevereiro de 2014 em Nouakchott, o G5 Sahel tem como objectivo assegurar as condições de paz, segurança e desenvolvimento sustentável na região Sahelo - Sahariana.

O grupo gizou uma "Estratégia para o Desenvolvimento e a Segurança" (SDS) que será implementada através do PIP, cuja primeira fase cobre o período de 2018 a 2020.

A vasta zona de Sahel - Sahara constitui uma das maiores regiões que ameaça a paz, a segurança e o desenvolvimento.

A mesma vive uma instabilidade militar, social e económica provocada por grupos terroristas, como o Boko Haram nos países que fazem fronteira com o lago Tchad, os movimentos jihadistas no Norte do Mali, assim como outros traficantes de drogas que se implantaram no Sul da Líbia.

Assuntos Mauritânia  

Leia também