Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

07 Dezembro de 2018 | 11h17 - Actualizado em 07 Dezembro de 2018 | 11h17

RDC: ADF-NALU mata pelo menos 12 pessoas

Beni - Pelo menos 12 civis foram mortos na quinta-feira pelas ADF-NALU em Mayangose, região de Beni, Leste da República Democrática do Congo (RDC), soube à Xinhua junto de fontes de segurança no local.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira da RDC

Foto: Angop

Segundo as mesmas fontes, as vítimas foram mortas por volta das 07 horas, quando se dirigiam para os seus campos.

Durante o dia, o Exército tentou recuperar os restos mortais das vítimas mas foi impedido pela resistência feroz dos atacantes, disse o prefeito da cidade de Beni, Nyonyi Bwanakawa, acrescentando que apenas dois corpos foram recuperados.

O massacres ocorreram no momento em que  as Forças governamentais anunciaram  na semana passada, ter retomado o controlo da vila de Kididiwe, em Mayangose, ??considerada bastião estratégico daquele grupo armado os rebeldes que intensificaram os ataques em Beni e arredores, desde Novembro último.

A 13 de Novembro, as Forças Armadas congolesas e a Brigada de Intervenção da Missão de Estabilização das Nações Unidas na RDC (MONUSCO) lançaram conjuntamente a chamada operação de planeamento de Usalama para destruir os acampamentos rebeldes, de onde planificam os ataques contra a população civil.

Pelo menos sete soldados daquele contingente originários do Malawi e da Tanzânia, bem como vários outros do Exército congolês foram mortos na operação.

A operação militar e os ataques rebeldes naquela região obstaculizam seriamente a o trabalho dos profissionais da saúde contra a epidemia de Ebola que atinge parte do país, há vários meses.

Assuntos RDCongo  

Leia também