Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

06 Dezembro de 2018 | 15h13 - Actualizado em 06 Dezembro de 2018 | 15h12

Togo: Coligação C14 anuncia marchas para impedir as legislativas

Lomé - A coligação de 14 partidos da oposição (C14) divulgou quarta-feira um programa de 10 dias de marchas políticas em todo o país, para impedir a continuação do processo visando as eleições legislativas a 20 de Dezembro.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

BANDEIRA DO TOGO

As marchas começarão no dia 8 de Dezembro, e acontecem depois de um apelo a uma greve geral "Togo Morto" a 04 de Dezembro, data do início da campanha eleitoral que termina a 18 de Dezembro.

Na sua declaração de abertura, o C14 apelou aos facilitadores da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO) a assumirem a responsabilidade de impedir a violência e o massacre dos togoleses.

Um total de 850 candidatos de 130 listas participa das eleições legislativas, cujo processo é controlado pelo Força de Segurança Eleitoral (FOSE-2018) composta por oito mil elementos.

A 31 de Julho de 2018, a Cimeira dos Chefes e do Governo da CEDEAO reunida em Lomé propôs um roteiro para a resolução da crise sócio - política que agitou o país desde Agosto de 2017 e que se relaciona com a divergência de pontos de vista entre o C14 e o partido no poder sobre reformas essencialmente constitucionais.

O fórum recomendou a organização das eleições legislativas a 20 de Dezembro de 2018 e a revisão completa dos cadernos eleitorais.

Assuntos Togo  

Leia também