Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

27 Julho de 2018 | 11h48 - Actualizado em 27 Julho de 2018 | 11h45

Gabão: Produção de manganês aumenta para 27,2% no primeiro trimestre

Libreville - A Produção de manganês e de seus aglomerados aumentou de 27,2%, para 1,109,786 toneladas a 31 de Março de 2018, contra 872,551 toneladas em 2017, anunciou o Ministério gabonês da Economia num comunicado cuja Xinhua obteve cópia na quinta-feira em Libreville.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ali Bongo Ondimba, Presidente do Gabão

Foto: Pedro Parente

O desempenho deve-se ao aumento dos depósitos de Ndjolé, na província do Médio Ogooué (Centro) e Franceville (Sudeste), assim como ao bom desempenho da mina Moanda, garante o Ministério da economia.

No entanto, apesar do bom comportamento das fábricas, as exportações e as vendas caíram 16,1% e 11,7%, respectivamente.

Esse fraco desempenho está relacionado com o fim das reservas constituídas em Ndjolé e o descarrilamento de um comboio mineiro em Fevereiro que reduziu o volume de minério transportado por via-férrea.

O Gabão é o segundo maior produtor de minério de manganês com alto teor (45 a 50%), atrás da África do Sul.

O país espera tornar-se no líder mundial de produção de manganês a médio prazo, com cerca de 5,7 milhões de toneladas em poucos anos, com a chegada ao país de um segundo produtor daquele minério,  cuja sede estará em Franceville.

Assuntos Gabão  

Leia também