Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

24 Julho de 2018 | 14h01 - Actualizado em 24 Julho de 2018 | 13h59

Governo francês vai ajudar organizar eleições da Líbia em Dezembro

Tripoli - O ministro francês dos Negócios Estrangeiros, Jean-Yves Le Drian, anunciou que a França vai apoiar os líbios a organizar as suas eleições presidenciais e legislativas, noticiou a Xinhua.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ministro francês dos Negócios Estrangeiros, Jean-Yves Le Drian

Foto: Arquivo

O ministro francês fez este anúncio durante uma conferência de imprensa conjunta, em Tripoli (Líbia), com o ministro líbio dos Negócios Estrangeiros, Mohamed Sayala, após ter deixado a Tunísia vizinha.

"Os dirigentes líbios comprometeram-se em Paris realizar eleições presidenciais e legislativas. A França ajudará os líbios a avançar nesta direcção", afirmou o dirigente francês.

Segundo o diplomata, a Comissão líbia das eleições recebeu um apoio financeiro das Nações Unidas no valor de um milhão de dólares para a preparação destas eleições.

A França realizou em Maio uma reunião de emergência sobre a Líbia com a participação de diferentes partidos líbios visando pôr fim à crise política naquele país.

As partes concordaram em organizar eleições presidenciais e legislativas "credíveis" a 10 de Dezembro e em respeitar o resultado eleitoral.

"A França continua a apoiar os líbios na busca de uma solução política entre as diferentes partes", disse Sayala em conferência de imprensa.

Apesar da assinatura de um acordo de paz pelas facções políticas líbias em 2015, sob a égide das Nações Unidas, a Líbia continua politicamente dividida entre as autoridades do leste e oeste do país, que reivindicam ambas a sua legitimidade.

Assuntos Líbia  

Leia também