Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

16 Agosto de 2018 | 13h35 - Actualizado em 16 Agosto de 2018 | 13h35

Guiné Conakry: Oito feridos em conflito inter-comunitário em Mandiana

Conakry - Oito ferido graves, é o resultado de um conflito inter-comunitário, na cidade guineense de Mandiana, região de Kankan (Leste), soube-se quarta-feira de fonte de seguranças.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Alpha Condé, Presidente da Guiné Conacry

Foto: Pedro Parente

O conflito entre as duas aldeias iniciou, quando ambas reivindicaram a paternidade de uma zona rica em mina de ouro, até então explorada por todas as aldeias vizinhas.

Durante os conflitos violentos entre as duas comunidades, as populações fizeram uso de diversas armas.

As autoridades regionais de Kankan e as de Mandiana enviaram reforço para interpelar os autores e cúmplices dos violentos conflitos inter-comunitários e levá-los à justiça.

Os conflitos inter-comunitários para controlar as minas de ouro são recorrentes na Alta Guiné (Nordeste).

Assuntos Conflito  

Leia também
  • 15/08/2018 12:32:28

    Líbia: Mlícias expulsam 1900 deslocados (ACNUR)

    Genebra - O Alto - Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) diz estar preocupado com a expulsão de 1900 deslocados internos de um bairro de Tripoli, informou à Xinhua.

  • 09/08/2018 18:55:34

    Rcentro Africana: Sete grupos armados aceitam desarmamento

    Bangui - O Programa desarmamento, desmobilização, reinserção e repatriamento (DDRR) há muito anunciado pelo governo centro africano, no início de Setembro, foi aceite por sete grupos armados do oeste do país, soube-se quarta-feira, junto da missão da ONU Minusca, noticiou à Xinhua.

  • 09/08/2018 01:29:19

    EUA: Governo dobra recompensa por denúncia aos ataques no Quênia e Tanzânia em 1998

    Washington - Os Estados Unidos dobraram hoje para até 10 milhões de dóares a recompensa oferecida em troca de informações que levem a captura de Abdullah Ahmed Abdullah e Sayf al-Adl, dois supostos líderes da Al Qaeda envolvidos nos atentados contra as embaixadas americanas no Quênia e na Tanzânia em 1998.