Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

16 Agosto de 2018 | 01h47 - Actualizado em 16 Agosto de 2018 | 01h47

Mali adia anúncio de resultados eleitorais para esta quinta-feira

Bamako - O Ministério maliano da Administração do Território anunciou para hoje (quinta-feira) a publicação dos resultados provisórios das eleições presidenciais inicialmente prevista para quarta-feira, 15 de Agosto.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O Ministério justificou esse adiamento pelo facto de que as atas físicas dos resultados nas localidades de Tessalit, Menaka e Nampala ainda não chegaram à Comissão Nacional de Centralização de Resultados.

Quinta-feira é o penúltimo dia do prazo legal para a divulgação dos resultados, em conformidade com as disposições da lei eleitoral maliana.

Na segunda-feira, o candidato da oposição à segunda volta das presidenciais, Soumaïla Cissé, rejeitou os resultados do escrutínio realizado domingo, antes da sua divulgação, e reclamou vitória junto dos seus apoiantes.

Em conferência de imprensa na sede do seu partido na capital maliana (Bamako), Cisse, de 68 anos de idade, denunciou fraude e prometeu não aceitar os resultados quando forem anunciados.

"Eu apelo a todos os Malianos para que se levantem (...) Não aceitamos a ditadura da fraude", apontou Cissé, ex-ministro das Finanças e antigo presidente da Comissão da União Económica e Monetária da Oeste Africana (UEMOA), de 2004 a 2011.

Por seu turno, o partido no poder começou, também segunda-feira, a lançar resultados que colocam o chefe de Estado cessante, Ibrahim Boubacar Keïta, como favorito.

A comunidade internacional observa com atenção estas eleições presidenciais num país que se confronta com a ameaça 'jihadista', apesar de cinco anos de intervenções militares internacionais.

Assuntos Eleições  

Leia também
  • 01/02/2019 04:46:50

    Sudão: Al-Bashir diz que apenas eleições o podem tirar da liderança

    Cartum - O Presidente do Sudão, Omar al-Bashir, criticou quinta-feira última, as manifestações contra si, convocadas através de plataformas sociais na internet, assinalando que a mudança no poder apenas pode ser validada através de eleições.

  • 30/01/2019 07:57:42

    Nigéria: INEC credencia 144 grupos de observadores

    Abuja- A Comissão Nacional Eleitoral Independente (INEC) na Nigéria credenciou 144 grupos de observadores que irão monitorar a condução das próximas eleições gerais no país.

  • 29/01/2019 17:25:02

    Registo eleitoral de sul-africanos em Angola começa em Fevereiro

    Luanda - O registo eleitoral dos cidadãos sul-africanos maiores de 16 anos residentes em Angola vai decorrer de 1 a 4 de Fevereiro próximo, anunciou hoje, em Luanda, à imprensa o embaixador da África do Sul no país, Mfana Phakola.

  • 28/01/2019 10:42:31

    Tshisekedi ordena detenção de polícia após repressão de manifestantes

    Kinshasa (Dos enviados especiais) - O novo chefe de Estado da República Democrática do Congo (RDC), Félix Tshisekedi, ordenou domingo a detenção de um oficial da Polícia Nacional implicado na repressão violenta, no mesmo dia, de uma manifestação de estudantes da Universidade de Lubumbashi (UNILU), que fez quatro mortos, incluindo três estudantes.