Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

21 Agosto de 2018 | 11h41 - Actualizado em 21 Agosto de 2018 | 11h41

Nigéria: António Guterres condena ataque de Boko Haram

Nova Iorque, 21/08 - O Secretário-Geral da ONU, António Guterres, condenou segunda-feira, um ataque realizado domingo pelo grupo terrorista Boko Haram contra uma aldeia nigeriana, no Estado de Borno, nordeste, que causou grandes perdas humanas, notícia à Xinhua.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mapa da Nigeria

Foto: Divulgação

O chefe da ONU exprimiu as suas condolências às famílias enlutadas, e ao governo da Nigéria, e propôs que se leve à justiça os responsáveis daquelas violências, anunciou o seu porta-voz, Stéphane Dujarric.

Guterres continua profundamente preocupado com a violência persistente na região da Bacia do lago Tchad, acrescentou Stéphane Dujarric.

Reiterou o seu pedido à comunidade internacional, para que reforce o apoio aos esforços regionais na luta contra Boko Haram, na Bacia do lago Tchad.

O Boko Haram atacou domingo a localidade de Mailari, causando dezenas de mortos.

Assuntos Conflito  

Leia também
  • 16/08/2018 13:35:34

    Guiné Conakry: Oito feridos em conflito inter-comunitário em Mandiana

    Conakry - Oito ferido graves, é o resultado de um conflito inter-comunitário, na cidade guineense de Mandiana, região de Kankan (Leste), soube-se quarta-feira de fonte de seguranças.

  • 15/08/2018 12:32:28

    Líbia: Mlícias expulsam 1900 deslocados (ACNUR)

    Genebra - O Alto - Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) diz estar preocupado com a expulsão de 1900 deslocados internos de um bairro de Tripoli, informou à Xinhua.

  • 09/08/2018 18:55:34

    Rcentro Africana: Sete grupos armados aceitam desarmamento

    Bangui - O Programa desarmamento, desmobilização, reinserção e repatriamento (DDRR) há muito anunciado pelo governo centro africano, no início de Setembro, foi aceite por sete grupos armados do oeste do país, soube-se quarta-feira, junto da missão da ONU Minusca, noticiou à Xinhua.