Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

30 Agosto de 2018 | 15h21 - Actualizado em 30 Agosto de 2018 | 15h18

África do Sul: Assassinato ritual de criança comove a Namíbia

Joanesburgo - Um macabro assassinato de uma menina de nove anos relacionado com supostos rituais de bruxaria, e cujo corpo foi encontrado desmembrado comoveu os cidadãos da Namíbia, noticia a imprensa local.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Imagem da Polícia que prende assassinos

Foto: THIERRY ROGE

As organizações sociais e políticas exigem medidas duras contra este tipo de assassinatos.

Cheryl Avihe Ujaha desapareceu no último fim-de-semana da zona Norte de Windhoek, tendo o corpo aparecido dias depois, om aparentes sintomas de ter sido fervido, e desprovido de mãos, de um pé e de uma coxa.

As primeiras hipóteses relacionam a macabra morte com rituais de bruxaria.

A primeira-ministra, Saara Kuugongelwa-Amadhila, depois de visitar a família da vítima, prometeu que o Governo vai proteger os membros mais vulneráveis da sociedade.
A familia foi também visitada pelos representantes da oposição, em particular, por   McHenry Venaani, líder do Movimento Democrático Popular (PDM), antiga Aliança Democrática Turnhalle).

"O assassinato da jovem Cheryl é particularmente atormentador porque não só foi capturada e assassinada, foi também alvo do tratamento mais desumano a um ser humano", disse.

O jornal "Namibian Sun" apontou para a hipótese de rituais de bruxaria como principal motivo por trás desta morte, mas a polícia não o confirmou oficialmente.
Por enquanto, as forças de segurança não detiveram a nenhum suposto culpado do assassinato de Ujaha.

Assuntos África do Sul  

Leia também