Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

31 Agosto de 2018 | 12h53 - Actualizado em 31 Agosto de 2018 | 12h52

Bancos nigerianos "punidos" por transferências ilegais

Abuja - Quatro bancos nigerianos foram condenados a pagar uma multa por transferências ilegais, noticiou nesta sexta-feira a BBC.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Vista parcial da cidade de Abuja, Nigéria

Foto: Pedro Parente

O banco central nigeriano infligiu uma multa de 16 milhões de dólares a quatro importantes bancos. Estas instituições bancárias são acusadas ??de ter ajudado a maior operadora de telefonia móvel do país, a MTN, a transferir ilegalmente oito mil milhões de dólares para o estrangeiro.

Os bancos e a MTNs receberam uma ordem de reembolso do dinheiro.

Os bancos atingidos pelas sanções são o Standard Chartered Bank, o Stanbic IBTC, o Citibank e o Diamond Bank.

Estes estabelecimentos financeiros foram inicialmente investigados por violação das regras cambiais do Naira (a moeda nigeriana) em 2016, tendo sido posteriormente absolvidos pelo Senado, a câmara alta do parlamento.

As leis nigerianas autorizam o repatriamento de fundos para os investidores, mas com certas restrições.

A MTN rejeitou as alegações de transferência ilegal de dinheiro para o exterior.

O Stanbic IBTC afirmou em comunicado que entrou em contacto com o banco central após a sua decisão.

Os outros bancos não se pronunciaram sobre o assunto.

A MTN, a maior empresa de telefonia em África, sofreu uma multa de cinco mil milhões de dólares em 2015 pela autoridade reguladora nigeriana das telecomunicações por não ter aplicado uma ordem do governo para desconectar cinco milhões de números não registados.

A multa foi posteriormente reduzida a 1,7 mil milhões de dólares.

A MTN tem mais de 50 milhões de clientes nigerianos e o país representa mais de 30% dos negócios da empresa.

Assuntos Nigéria  

Leia também