Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

04 Setembro de 2018 | 17h12 - Actualizado em 04 Setembro de 2018 | 20h02

Egipto: Governo pede reforço das instituições líbias

Cairo - O governo egípcio enfatizou, na segunda-feira, a importância de se restituir a estabilidade na Líbia, para reforçar as instituições de Estado, incluindo as instâncias militares e de segurança.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Num comunicado, o Ministério egípcio dos Negócios Estrangeiros declarou afirma que o Egipto está acompanhar de perto os recentes e perigosos eventos ocorridos na Líbia, especialmente os combates desencadeados em Tripoli e seus arredores.

A diplomacia égipcia, defende que se evite  que o caos causado pelas milícias se estenda, para permitir aos líbios preservarem os recursos do país, e trabalhar para a reconstrução de um país moderno, unido e estável.

Na semana passada, o Sul de Tripoli foi palco de violentos combates entre as forças do governo e das milícias armadas. O confronto causou pelo menos 41 mortos e 123 feridos.

A causa exacta destes confrontos não são conhecidas, embora as tensões não páram de aumentar entre os grupos armados vindos do Interior e do exterior da cidade.

 O secretário - Geral da ONU, António Guterres, condenou domingo a escalada da violência em Tripoli e seus arredores. “ O recurso indiscriminado a força é uma violação do direito humanitário Internacional e dos Direitos Humanos”, disse.

Desde a insurreição que conduziu ao derrube do governo do antigo dirigente, Mouammar Kadhafi, em 2011, a Líbia é assolada por violências e divisões políticas crescentes.

Assuntos Líbia  

Leia também