Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

10 Setembro de 2018 | 13h05 - Actualizado em 10 Setembro de 2018 | 13h05

Grupo armado ataca instalações da empresa nacional de petróleos da Líbia

Tripoli - Um grupo armado tomou de assalto nesta segunda-feira a sede da Companhia Nacional de Petróleos (NOC), em Tripoli, onde as forças de segurança entraram em confronto com homens armados no edifício histórico da empresa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mapa da Líbia

Foto: Divulgação

Segundo testemunhas, várias explosões e disparos de armas de fogo foram ouvidos.

Na semana passada, a ONU anunciou uma trégua entre as milícias que combatem na capital.

O governo apoiado pela ONU encontra-se oficialmente no poder em Tripoli, enquanto as milícias ocupam grande parte do território líbio.

Um funcionário da companhia petrolífera disse que teve de pular da janela para escapar dos atacantes.

O trabalhador da NOC declarou à agência noticiosa Reuters que três ou cinco homens armados fizeram disparos dentro do prédio e que várias pessoas ficaram feridas.

O presidente da empresa, Mustafa Sanallah, foi evacuado com toda a segurança, acrescentou uma testemunha citada pela Reuters.

Os serviços de emergência encontram-se no local a tratar dos feridos.

Não se sabe quem engendrou este ataque.

O sector petrolífero líbio, que é a alavanca da economia, foi interrompido várias vezes pelas violências desde que o líder líbio Muammar Kadhafi foi derrubado do poder em 2011.

No início deste mês, vários confrontos tiveram lugar entre grupos armados rivais e Tripoli foi também palco de ataques pontuais.

As recentes violências obrigaram milhares de pessoas a fugir para cidades vizinhas ou buscar refúgio em outras partes da capital, enquanto muitos outros permanecem trancados nas suas residências.

Em Maio, o grupo Estado Islâmico reivindicou um ataque mortífero às instalações da Comissão Nacional Eleitoral na capital.

Assuntos Líbia  

Leia também
  • 07/02/2019 11:52:18

    Canadá: Ottawa acolhe 750 ex-escravos da Líbia

    Ottawa - O Canadá espera receber em dois anos cerca de 750 pessoas que escaparam da escravidão na Líbia, anunciou quarta-feira o ministro líbio da migração, Ahmed Hussen, que indicou que 150 elementos do mesmo grupo já obtiveram o asilo.Segundo a ONU, o número de migrantes que cruzam a Líbia para chegar à Europa multiplicou por 10 desde o derrube do coronel Muammar Gaddafi, em 2011.

  • 10/01/2019 13:18:23

    Encontrados cinco corpos de emigrantes à beira-mar na Líbia

    Tripoli - Pelo menos cinco corpos de emigrantes ilegais foram encontrados à beira-mar nesta quarta-feira na região de Hraoua, a 40 quilómetros a leste da cidade de Sirtes (leste de Tripoli), por uma equipa da Sociedade líbia do Crescente Vermelho, indicou uma fonte de guardas costeiras da cidade.

  • 28/12/2018 02:59:19

    Líbia: Rebeldes chadianos sequestram seis soldados em ataque ao quartel líbio

    Trípoli - O ataque de rebeldes chadianos ao quartel da "Décima Brigada", dirigida pelo marechal Khalifa Hafter, homem forte do leste da Líbia, terminou com seis soldados sequestrados, um tenente-coronel morto e dez pessoas feridas, informou à Agência EFE uma fonte de segurança.

  • 27/12/2018 11:04:16

    Líbia: Governo defende levantamento parcial do embargo sobre armas

    Tripoli, 26/12 - O ministro líbio dos Negócios Estrangeiros, Mohamed Sayala, ressaltou na terça-feira a necessidade de se levantar parcialmente o embargo internacional de armas à Líbia, a fim de fortalecer a segurança do país.