Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

20 Setembro de 2018 | 02h49 - Actualizado em 20 Setembro de 2018 | 02h49

Reino Unido suspende ajuda à Zâmbia

Lusaka - O Reino Unido congelou a ajuda à Zâmbia após o governo zambiano ter admitido o desvio de 4,3 milhões de dólares destinados às famílias mais vulneráveis.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Edgar Lungu, presidente da Zâmbia

Foto: Clemente dos Santos

Esta suspensão segue-se às alegações de corrupção no seio da administração do presidente Edgar Lungu.

Uma investigação ordenada pelo presidente da Zâmbia revelou a "apropriação indevida" de 4,3 milhões de dólares, anunciou o seu porta-voz, Amos Chanda, à BBC.

“O dinheiro havia desaparecido do programa de transferências sociais de renda, um programa que canaliza directamente dinheiro para os mais necessitados”, confirmou.

Segundo Chanda, o governo prometeu tomar medidas, mas ainda aguarda pelos resultados definitivos do seu inquérito de quatro meses.

O Reino Unido adoptou uma "abordagem de tolerância zero à fraude e a corrupção", afirmou o Departamento britânico para o Desenvolvimento Internacional (DfID) num comunicado.

O congelamento da ajuda do Reino Unido afecta principalmente os sectores da educação, da saúde e da nutrição, bem como as transferências sociais de renda para os zambianos mais vulneráveis.

A Irlanda, a Finlândia e a Suécia também suspenderam a sua ajuda.

Este congelamento da ajuda ocorre numa altura em que o nível de endividamento da Zâmbia encontra-se sob um acrescido monitoramento.

O Fundo Monetário Internacional disse que suspendeu o seu empréstimo ao país, ao recear que a sua dívida não seja sustentável.

Assuntos Zâmbia  

Leia também