Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

02 Outubro de 2018 | 17h06

Congo: OMS deplora "lentidão" na luta contra malária

Brazzaville - A Organização Mundial da Saúde (OMS) deplorou num relatório, em Brazzaville, a estagnação verificada no combate contra o paludismo depois de um período de amplo progresso.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Imagem de combate ao mosquito, transmissor do Paludismo

Foto: LUIS ROBAYO

Segundo o relatório, houve um aumento de 216 milhões de casos em 2016, um incremento de cinco milhões de casos em relação ao ano precedente.

O balanço das mortes eleva-se aproximativamente para 445 mil, uma cifra similar à do presente ano.

Além da Índia, dez países da África Subsariana, nomeadamente Burkina Faso; Camarões; República Democrática do Congo; Ghana; Mali; Moçambique; Níger; Nigéria; Uganda e Tanzânia representam aproximadamente 70 porcento dos casos de paludismo e de mortes registados no mundo.

A OMS indica que para se avançar são necessária vontade política, financiamento e acção programática, sobretudo nos países que pagaram o mais pesado tributo a esta doença.

Assuntos República do Congo  

Leia também