Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

08 Janeiro de 2019 | 19h43 - Actualizado em 08 Janeiro de 2019 | 19h43

Gitega será nova capital política do Burundi

Bujumbura - Gitega, cidade situada no centro da República do Burundi, é a futura capital política deste país da África do leste, em substituição da actual Bujumbura, indica o site da Africanews.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Esta decisão foi tomada por um decreto adoptado a 21 de Dezembro em Conselho de Ministros e confirmado pelo presidente Pierre Nkurunziza, num discurso à Nação, por ocasião do Ano Novo 2019, lê-se neste site noticioso sobre o continente africano.

Desde o anúncio da futura capital do Burundi, que constituiu “surpresa geral” para os burundeses, os habitantes de Gitega encontram-se ávidos, querendo ver já a sua cidade tornar-se a capital política desta nação africana.

Segundo os moradores, a elevação de Gitega como a capital do país dará um novo impulso económico a esta região e contribuirá rapidamente na melhoria das condições de vida da população do centro do país.

“As coisas estão no bom caminho com a próxima transferência de algumas instituições, nomeadamente, cinco ministérios, o Senado e a Comissão de Verdade e Reconciliação.

Segundo o deputado e membro do Conselho Comunal de Gitega, Georges Nshimirimana, estando Gitega no centro do Burundi “todo o país estará bem servido” e as províncias fronteiriças terão maiores facilidades, uma vez que esta medida será seguida de desenvolvimento e expansão da economia, do turismo, dentre outros domínios.

Assuntos Burundi  

Leia também
  • 21/12/2018 18:51:42

    Burundi: Mil soldados burundeses regressam da Somália

    Addis Abeba - Pelos menos mil soldados burundeses desdobrados na Somália deverão regressar até 28 de Fevereiro ao Burundi, no quadro do programa da retirada progressiva da força da União Africana (AMISOM) deste país.

  • 27/11/2018 13:30:08

    Mais de sete milhões de burundeses serão vacinados contra meningite

    Bujumbura - Mais de sete milhões de burundeses serão vacinados contra a meningite em todo o país até o início do próximo mês, anunciou o ministro burundês da Saúde Pública e da Luta contra o Sida, Thadée Ndikumana.

  • 12/11/2018 14:04:11

    Burundi: Kenya Airways suspende voos

    Bujumbura - O Governo burundês está preocupado com a suspensão, a partir de 11 de Novembro, dos voos da Kenya Airways com destino a Bunjumbura, informa a PANA.