Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

10 Janeiro de 2019 | 03h00 - Actualizado em 10 Janeiro de 2019 | 03h00

Nigéria: Mais de 30 mil pessoas fogem do país após ataques do Boko Haram

Lagos - Mais de 30 mil pessoas refugiaram-se em Maiduguri, capital do estado de Borno, no nordeste da Nigéria, desde 20 de Dezembro, após o aumento dos combates entre o Exército nigeriano e o grupo jihadista Boko Haram, anunciou a ONU na quarta-feira.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

"Mais de 30 mil deslocados chegaram a Maiduguri nestas últimas semanas, maioritariamente de Baga", cidade da qual o Boko Haram tomou o controlo temporariamente, revelou a ONU num  comunicado.

“As Nações Unidas estão extremamente preocupadas pelas consequências das violências com as populações civis, no nordeste da Nigéria, particularmente no estado de Borno", coração do conflito que assola o pais há cerca de dez anos, denunciou Edward Kallon, coordenador da ONU para a Nigéria, após uma visita aos campos.

"Uns 260 trabalhadores humanitários foram obrigados a abandonar os distritos de Monguno, Kala-Balge e Kukawa, zonas afectadas pelo conflito desde Novembro, pondo em risco a assistência humanitária para centenas de milhares de pessoas", lamentou Edward Kallon.

Estima-se que 1,8 milhões de pessoas partem sem poder voltar aos seus lares na região do Lago Tchad. O conflito deixou mais de 27 mil mortos desde 2009.

Assuntos Nigéria  

Leia também