Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

05 Novembro de 2019 | 12h51 - Actualizado em 05 Novembro de 2019 | 14h01

Ex-presidente Zuma regressa a tribunal para responder casos de corrupção

Pretoria - O ex-presidente da África do Sul, Jacob Zuma, regressa na próxima semana à comissão que investiga casos de corrupção, para responder a alegadas acusações recaídas contra si por várias testemunhas, informou nesta terça-feira a prensa latina.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Jacob Zuma, Ex-presidente da África Sul (Foto arquivo)

Foto: Francisco Miúdo

Zuma, que pediu para adiar a sua aparição marcada para a semana passada, deve comparecer na segunda-feira perante a Comissão de Investigação, encarregada pelo vice-presidente do Supremo Tribunal, juiz Raymond Zondo.

Enquanto isso, o ex-presidente se encontra hoje no tribunal para tentar anular uma ordem que o obriga a pedir desculpas ao membro do Comité Executivo do partido governante do Congresso Nacional Africano (ANC), Derek Hanekom.


O veterano combatente anti-apartheid processou Zuma depois de ter declarado que Hanekom tinha sido um agente dos serviços de segurança do regime de apartheid deposto, tendo causado danos à sua reputação e continuará a causá-los se esse pronunciamento não for retirado.

A ordem judicial oferece a Zuma 24 horas para pedir desculpas a Hanekom, mas o polémico combatente interpôs um recurso pedindo ao tribunal que reveja esse veredicto.


Depois de participar dos protestos na sua cidade natal da Cidade do Cabo contra o apartheid durante o seu período de estudante, Hanekom ingressou no ANC em 1980, foi preso três anos como sua esposa, foi posteriormente deportado para o Zimbabwe e regressou à África do Sul em 1990.

Desde o final do apartheid e a chegada do ANC ao poder em 1994, ocupou cargos de ministro de Ciência e Tecnologia, Agricultura e Assuntos da Terra e Turismo até Maio passado.

Assuntos Justiça  

Leia também