Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

09 Dezembro de 2019 | 17h07 - Actualizado em 09 Dezembro de 2019 | 17h24

Energia é um catalisador do crescimento em África - CEA

Malabo - A Câmara de Energia Africana (CEA) considerou hoje que o sector energético do continente é um catalisador do crescimento e do desenvolvimento, e desafiou os investidores a não se excluírem dos "rápidos avanços" no panorama energético.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

"Os industriais e os investidores precisam de manter-se a par dos rápidos avanços no panorama da energia em África, que é um catalisador para o crescimento e o desenvolvimento em todo o continente africano", lê-se no primeiro relatório da organização sobre as Perspectivas de Energia em África.

O relatório, apresentado durante o Fórum dos Países Exportadores de Gás, na semana passada, em Malabo, foi hoje divulgado para fornecer "uma visão determinante sobre o que a indústria do petróleo e gás na África subsaariana pode esperar do próximo ano e para dar um olhar panorâmico sobre o papel que o sector pode desempenhar nas economias em desenvolvimento" no continente.

Reconhecendo que o sector do petróleo e gás foi "significativamente afectado pela queda dos preços do petróleo", o relatório defende que "2019 provou ter sido um ano de recuperação para muitas economias africanas".

Há vários projectos que foram retomados depois de terem sido suspensos, outros de larga escala foram lançados e outros ainda viram a sua previsão de exploração e produção ser aumentada, pelo que "o continente vai inquestionavelmente ver um crescimento acelerado nos próximos anos".

No relatório, são destacados novos projectos petrolíferos nalguns países, entre os quais Angola, Ghana, Senegal e Nigéria, bem como projectos de gás na Mauritânia, República do Congo, Etiópia, África do Sul e Camarões.

"Para desbloquear esta nova fase de transformação no sector, o acesso ao mercado e a cooperação intra-africana serão críticos, particularmente nos projectos de petróleo e gás e na criação de infra-estruturas", lê-se no documento.

O acesso ao mercado, salientam, "está cada vez mais na agenda os produtores africanos actuais e futuros, com vários 'pipelines' de petróleo e de gás a cruzarem países para desbloquear milhares de milhões de dólares".

Assuntos Guiné-Equatorial   África  

Leia também
  • 09/12/2019 17:13:39

    União Africana e UE reúnem-se em Fevereiro para preparar cimeira de 2020

    Addis Abeba - As comissões da União Africana (UA) e da União Europeia (UE) vão reunir-se em Fevereiro, em Addis Abeba, na Etiópia, para preparar a próxima cimeira entre as organizações congéneres prevista para 2020, segundo informação da UA.

  • 09/12/2019 12:22:39

    ZLECA é uma etapa importante para integração africana, diz responsável

    Addis Abeba - A Zona de Livre-comércio Continental Africana (ZLECA) é uma etapa importante para a integração do continente, segundo a directora executiva da Coligação para o Diálogo em África (CoDA), Souad Aden-Osman.

  • 09/12/2019 00:58:46

    Subida do nível das águas ameaça costa de Moçambique

    Maputo - As alterações climáticas estão na ordem do dia e trazem a lume os erros cometidos pelo homem. Em Moçambique, o aumento do nível das águas do mar faz antever um novo drama e por responsabilidade também do homem que se foi aproximando do oceano, segundo Euronews.