Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

14 Março de 2019 | 16h35 - Actualizado em 14 Março de 2019 | 16h35

Moçambique: PR classifica grandes empresas como parceiras para transformar a economia

Maputo - O presidente moçambicano, Filipe Nyusi, classificou as grandes empresas como parceiras para a transformação estrutural da economia do país, ao inaugurar uma fábrica de cerveja orçada em 88 milhões de euros.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente de Moçambique, Filipe Nyusi

Foto: Pedro Parente

"Temos motivos para encarar as grandes empresas como parceiras estratégicas para tornar a indústria num sector determinante para a transformação estrutural da nossa economia", referiu o chefe de Estado.

Filipe Nyusi falava em Marracuene, arredores de Maputo, na cerimónia de inauguração da fábrica da Heineken, um investimento anunciado após a sua visita à Holanda em Maio de 2017.

O empreendimento "é só uma pequena amostra dos esforços que o Governo tem estado a fazer para atrair novos investimentos, com potencial para induzir o desenvolvimento da nossa economia", acrescentou, detalhando que o trabalho passa pela "diplomacia económica" e pela "revisão do pacote legislativo".

A fábrica, que vai produzir 800 mil litros de cerveja por ano de cinco marcas, apresenta-se como um empreendimento com a mais recente tecnologia do sector.

A direcção da fábrica explicou que vai usar matéria-prima local, nomeadamente malte e cevada, apontando que a cerveja Txilar que já está ali a ser produzida é feita com milho cultivado na província central de Manica.

A unidade demorou 12 meses a ser construída e dá emprego a cerca de 200 pessoas, quase todas moçambicanas.

Assuntos Moçambique  

Leia também