Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

15 Abril de 2019 | 11h36 - Actualizado em 15 Abril de 2019 | 11h36

Líbia: Confrontos fazem 147 mortos e 614 feridos em Tripoli

Tripoli - Cento e quarenta e sete mortos e 614 feridos, é o resultado dos combates que opõem as Forças Armadas Líbias do governo de Unidade Nacional (GNA) apoiado pela ONU e o Exercito do marechal Haftar, indica uma declaração da Organização Mundial da Saúde (OMS), publicada nesta segunda-feira pela Xinhua.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A OMS diz ter desdobrado cirurgiões em hospitais, para suportar o fluxo de casos traumáticos.

 Chefiado pelo marechal Kalifa Haftar, o ANL desencadeou a quatro de Abril, uma ofensiva militar visando tomar Tripoli, sem sucesso.

Os líbios penam em formar um governo de transição desde 2011, depois do derrube do então Presidente Mouhammr Kadhafi, por uma rebelião apoiada pelo Ocidente.

Assuntos Líbia  

Leia também
  • 15/04/2019 09:39:49

    Líbia: Exército do GNA abate avião das forças de Haftar

    Tripoli - O Exercito do governo de Tripoli anunciou, domingo, ter abatido um caça do das Forças do marechal Khalifa Haftar, a sul da capital líbia, anunciou um porta-voz à AFP.

  • 08/04/2019 13:08:25

    Força rebelde na Líbia realiza bombardeio aéreo na periferia de Trípoli

    Tripoli - A disputa por Tripoli, capital da Líbia, acirrou-se neste domingo, quando as forças rebeldes do Exército Nacional Líbio (ENL), comandadas pelo marechal Khalifa Haftar, enfrentaram as tropas do Governo de União Nacional (GNA), lideradas pelo primeiro-ministro Fayez al-Sarraj.

  • 07/04/2019 19:14:02

    Libia:EUA retiram parte de suas tropas

    Washington - Os Estados Unidos decidiram retirar "temporariamente" parte das suas tropas presentes na Líbia devido ao aumento de "distúrbios" no país do norte da África, informou neste domingo o comando das Forças Armadas na África (AfriCom).