Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

24 Junho de 2019 | 11h23 - Actualizado em 24 Junho de 2019 | 11h36

BM aprova USD 420 milhões para projecto regional de electricidade

Maputo - O Banco Mundial (BM) aprovou um financiamento de 420 milhões de dólares americanos (369 milhões de euros) para fortalecer a rede eléctrica moçambicana e da África Austral, anunciaram hoje (24) a instituição e o Governo, em comunicado, anuncia a Lusa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Logotipo do Banco Mundial

Foto: Divulgação

A verba será dedicada ao projecto da linha de 400 quilovolts (kV) Maputo-Vilanculos, com uma extensão de 563 quilómetros entre a capital e aquela vila.

Uma parcela de 300 milhões de dólares é entregue como donativo, enquanto os restantes 120 milhões dizem respeito a garantias, devendo estas cobrir as necessidades tanto do projecto da linha, como da central térmica de produção de electricidade em Temane, com capacidade de 400 megawatt (MW).

O Governo prevê que a operação financeira seja fechada em meados de 2020 e o início da operação comercial ocorra em meados de 2023.

Por seu lado, Mark Lundell, director do Banco Mundial em Moçambique considerou o investimento vital para a economia do país.

O projecto é "fundamental para o desenvolvimento do sistema eléctrico interno de Moçambique, para a expansão do acesso à energia e garantia de um abastecimento de energia seguro, económico e sustentável que é um dos principais motores do desenvolvimento económico e social de Moçambique", referiu Lundell.

Noutro comunicado, a instituição notou que o empreendimento  irá beneficiar igualmente de co-financiamento resultante de uma subvenção de 24 milhões de dólares do Fundo Fiduciário Norueguês.

"Elaborado como uma operação integrada que inclui simultaneamente investimentos públicos e privados, o Projecto Regional de Electricidade de Temane (TREP) irá financiar a construção de uma linha transmissora de alta voltagem e apoiar o financiamento do sector privado de uma central de ciclo combinado", detalhou o BM.

As operações "deverão reforçar a produção e transmissão de energia em Moçambique e na África Austral".

Segundo a instituição, o projecto "possibilitará um investimento privado na ordem dos 750 milhões de dólares (659 milhões de euros) na produção".

Assuntos Financiamento   Moçambique  

Leia também