Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

12 Julho de 2019 | 18h55 - Actualizado em 12 Julho de 2019 | 18h55

PIB em Cabo Verde aumentou 5,2% no primeiro trimestre deste ano

Praia - O Produto Interno Bruto (PIB) em Cabo Verde aumentou 5,2% no primeiro trimestre deste ano, uma subida para a qual contribuíram as despesas do consumo final e as exportações, segundo o Instituto Nacional de Estatística cabo-verdiano.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cidade da Praia, capital de Cabo Verde

Foto: Santos Garcia

Em relação ao trimestre anterior (quarto trimestre de 2018), o PIB diminuiu três pontos percentuais.

De acordo com as Contas Nacionais Trimestrais, elaboradas pelo INECV, o consumo final subiu 8,8% no primeiro trimestre de 2019, em relação ao mesmo período do ano anterior.

“O consumo privado aumentou 5,3%, em termos reais, no primeiro trimestre de 2019, o que traduziu uma aceleração face ao crescimento de 3,8% observado no quarto trimestre de 2018”, lê-se na nota do Instituto.

Em relação ao consumo público, apresentou uma taxa de variação homóloga de 20,8%.

O investimento registou uma variação homóloga negativa no período em análise: menos 11,4% em volume.

Sobre as exportações e importações, o INECV indica que aumentaram 8% e 2,1% em volume, respectivamente.

Em volume, as exportações de bens e serviços registaram uma variação homóloga de 8% (7,4% no trimestre anterior).

Por seu lado, a importações de bens e serviços aumentaram, em termos homólogos, 2,1% no primeiro trimestre do ano.

Do lado da oferta, o Valor Acrescentado Bruto (VAB) a preços de base apresentou uma evolução homóloga positiva de 5,3% e os impostos líquidos de subsídios em 5,2%.

O INECV refere ainda que a taxa de crescimento prevista para o ano de 2018 foi revista, passando de 5,5% a 5,1%.

Assuntos Cabo Verde  

Leia também