Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

19 Julho de 2019 | 10h41 - Actualizado em 19 Julho de 2019 | 10h40

Tribunal marroquino aplica pena de morte a apoiantes do Estado Islâmico

Rabat - O Tribunal de Salé aplicou a pena capital aos três apoiantes do Estado Islâmico que divulgaram um vídeo na internet a decapitar as duas turistas nórdicas em Marrocos, noticiou a Euronews.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo ainda a Euronews, os condenados foram detidos em Marraquexe, no dia seguinte, e confessaram a autoria dos crimes.

Refere igualmente que outros 21 homens acusados de cumplicidade foram condenados a penas entre os cinco anos de prisão e prisão perpétua.

Louisa Jespersen, dinamarquesa de 24 anos, e a amiga norueguesa Maren Ueland, de 28, foram mortas quando faziam montanhismo.

Foram encontradas dentro da tenda, a 10 quilómetros de Imlil, uma pequena aldeia no Alto Atlas.

Apesar das penas de morte, é improvável que os três acusados principais sejam executados por causa de uma moratória que é aplicada em Marrocos desde 1993.

Assuntos Justiça  

Leia também