Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

16 Agosto de 2019 | 18h28 - Actualizado em 16 Agosto de 2019 | 18h28

Piratas marítimos no Golfo da Guiné atacam navios e raptam 17 pessoas

Yaoundé - Nove marinheiros chineses e oito ucranianos foram raptados na quinta-feira em dois navios comerciais ao largo dos Camarões, provavelmente por piratas nigerianos, avançou hoje a agência France-Presse (AFP), citando uma fonte dos serviços marítimos dos Camarões.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O ataque aos dois navios comerciais, dos quais um porta-contentores, é o último episódio de um conjunto de ataques nesta região, que demonstra que o Golfo da Guiné é um dos mais perigosos do mundo, considerou à AFP o director do centro de informações sobre pirataria do Departamento Marítimo Internacional da Câmara de Comércio Internacional, sedeado em Kuala Lumpur, Noel Choong.

Os dois barcos foram 'ancorados' em Doualá, segundo o responsável, que afirmou que os ataques foram levados a cabo "com algumas horas de intervalo".

O primeiro ataque envolveu um "navio polivalente detido por uma empresa alemã" que ostentava a bandeira de Antígua e Barbuda, acrescentou Choong, apontando que "oito pessoas de uma tripulação de 12 marinheiros asiáticos e europeus foram raptados".

O segundo alvo dos piratas, concluiu, era um navio de contentores de bandeira liberiana pertencente a um armador grego, que levava 21 pessoas a bordo, todas asiáticas, das quais nove foram sequestradas.

Assuntos Camarões  

Leia também
  • 16/08/2019 17:12:34

    Camarões: Três russos sequestrados em ataque pirata a um navio dinamarquês

    Yaoundé - O ministério russo dos Negócios Estrangeiros anunciou hoje que oito membros da tripulação de um navio, dos quais três russos, foram sequestrados por piratas na costa dos Camarões.

  • 26/07/2019 16:44:40

    Motim numa prisão central dos Camarões fez 45 feridos

    Yaoundé - Quarenta e cinco pessoas, das quais 43 presos, ficaram feridas num motim na prisão principal de Buea, no sudeste dos Camarões, umas das duas regiões anglófonas onde Forças Armadas e separatistas estão em confronto há três anos, anunciou o Governo.

  • 26/07/2019 11:02:20

    Camarões: Revolta de prisioneiros provoca 45 feridos em Buea

    Yaoundé - Pelo menos 45 pessoas, das quais 43 prisioneiros, ficaram feridas nesta terça-feira, durante um motim na prisão de Buea, Sudoeste dos Camarões, uma das duas regiões anglófonas onde o Exercito e separatistas confrontam-se há três anos, anunciou quinta-feira o governo.