Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

20 Agosto de 2019 | 12h49 - Actualizado em 20 Agosto de 2019 | 12h49

Ex-vice-presidente zimbabweano declarado fugitivo

Harare - O ex-vice-presidente do Zimbabwe Phelekezeka Mphoko foi declarado nesta terça-feira fugitivo da justiça, na altura em que foi convocado pela Comissão Anti-Corrupção para responder a alegações de abuso de poder, noticiou a Prensa Latina.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

De acordo com a imprensa oficial de Cuba, funcionários desse grupo investigativo em Bulawayo convocaram Mphoko, de 79 anos, para explicar a sua versão sobre o abuso do seu cargo como vice-presidente (2017) e por ter ordenado a libertação ilegal de Moses Juma, ex-director executivo da Administração Nacional de Rodovias do Zimbabwe.

Juma foi preso e acusado de tirar proveito da sua posição em benefício próprio quando Mphoko convenceu jovens agentes a libertá-lo da sua cela na delegacia de polícia na capital de Avondale.

O jornal oficial The Herald informou que Mphoko resistiu a ser preso no sábado e prometeu ir a uma delegacia de polícia em Bulawayo, a segunda cidade mais importante do país, na segunda-feira para depor perante os membros da comissão.

Na segunda-feira à tarde, o ex-vice-presidente anunciou que estava a caminho, mas quando chegou em frente à estação, afastou-se em alta velocidade.

Os porta-vozes deste organismo de investigação declararam-no um fugitivo da justiça e o seu paradeiro ainda é desconhecido.

Assuntos Justiça   Zimbabwe  

Leia também
  • 19/08/2019 15:40:01

    Zimbabwe : Polícia proíbe marcha da oposição

    Bulawayo (Zimbabwe) - As forças de Defesa e Segurança do Zimbabwe proibiram, nesta segunda-feira, uma marcha da oposição, em Bulawayo (Sudoeste).

  • 14/08/2019 11:56:46

    Justiça moçambicana vai investigar venda de madeira proibida

    Maputo - O Tribunal Judicial da Província da Zambézia, centro de Moçambique, vai averiguar a legalidade da venda de 213 toros de madeira da espécie pau-ferro realizada pelo Tribunal Judicial do Distrito de Pebane sem a presença do Ministério Público.

  • 12/08/2019 18:10:00

    Tribunal sul-africano adia audiência sobre extradição de Chang

    Joanesburgo - O Tribunal Superior de Gauteng, Joanesburgo, adiou a audiência prevista para esta terça-feira sobre a extradição do ex-ministro das Finanças moçambicano Manuel Chang, disse à Lusa o porta-voz do ministro da Justiça da África do Sul.