Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

18 Setembro de 2019 | 10h48 - Actualizado em 18 Setembro de 2019 | 10h48

PR tswanes declara tolerância de ponto nos dias de escrutínio presidencial

Gaborone - O Presidente do Botswana, Mokgweetsi Masisi, declarou terça-feira que os dias 23, 24 e 25 deste mês serão tolerância de ponto, para permitir aos tswaneses exercer os seus direitos democráticos e votar pelo partido da sua escolha, informou a Pana.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente do Botswana, Mokgweetsi Masisi (Foto arquivo)

Foto: Francisco Miudo

O chefe de Estado fez este anúncio no seu discurso à Nação, exortando os cidadãos nacionais a votar com prudência para eleger os seus representantes no Parlamento.

São candidatos às legislativas e à presidência, o Partido Democrático do Botswama (BDP), no poder, o Partido Patriótico do Botswana (BPF), apoiado pelo antigo Presidente Ian Khama, o Movimento Tswanês para a Democracia  (BMD), o Partido Real Alternativa (RAP) e uma coligação de vários partidos, o Partido Democrático para a Mudança Umbrella (UDC), bem como a Aliança para os Progressistas (AP).

Vários outros candidatos independentes disputam também os assentos de parlamentares e conselheiros em todo o país.

Assuntos Botswana   Eleições  

Leia também
  • 16/09/2019 13:43:28

    Eleições presidenciais na Argélia marcadas para 12 de Dezembro

    Argel - O chefe de Estado interino da Argélia, Abdelkader Bensalah, anunciou nesta segunda-feira que as eleições presidenciais serão realizadas no dia 12 de Dezembro, noticiou a Reuters. O anúncio de Abdelkader Bensalah foi feito num discurso "à nação", transmitido pela televisão pública da Argélia.

  • 16/09/2019 13:28:18

    Kais Saied lidera primeira volta

    Tunes - O académico independente Kais Saied, favorável à pena de morte e contra a homossexualidade, lidera a primeira volta das eleições presidenciais na Tunísia, com 19% dos votos, segundo resultados preliminares anunciados nesta segunda-feira pela autoridade eleitoral do país (Isie), noticiou a Lusa.

  • 13/09/2019 11:29:57

    Candidato as presidenciais antecipadas faz greve de fome na Tunísia

    Tunis, Tunísia - O candidato às eleições presidenciais antecipadas da Tunísia, Nebil Karoui, preso há várias semanas, iniciou uma greve de fome para exigir o respeito pelo seu direito de voto nas eleições de domingo próximo, anunciou o seu advogado, Ridha Belhadj, informou a Pana.