Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

07 Outubro de 2019 | 22h06 - Actualizado em 07 Outubro de 2019 | 22h06

Embarcação com 50 migrantes naufraga ao largo de Lampedusa

Túnis - Uma embarcação com 50 migrantes naufragou, na madrugada desta segunda-feira, ao largo da ilha italiana de Lampedusa, no sul da Sicília, no Mediterrâneo, soube-se de fonte próxima do Fórum Tunisino dos Direitos Económicos e Sociais.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Entre os migrantes figuram vários tunisinos, precisou a mesma fonte, indicando que 22 pessoas foram socorridas e quatro corpos  sem vida recuperados dos quais duas mulheres.

Oito crianças figuram entre as pessoas dadas como desaparecidas, acrescentou a fonte.  O administrador de Lampedusa qualificou de  tragédia o naufrágio da  embarcação ao largo do Mediterrâneo.

Numa declaração à imprensa, ele acrescentou que não se pode permitir e tolerar que pessoas continuem  a morrer desta forma, afirmando que  se não se tomar medidas sérias haverá outros mortos.

As informações provenientes de Itália ou da Tunísia não precisam a proveniência da embarcação, mas constata-se hoje que o ritmo dos migrantes clandestinos a caminho da Tunísia e da Líbia para chegar a Itália aumentou nos últimos dias.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados(ACNUR) indicou recentemente que mais de um milhar de  pessoas morreram este no Mediterrâneo, o quarto ano consecutivo em que as cifras atingem mais de um milhar de mortos.

Ele pediu aos países da União Europeia (UE) a retomada das operações de busca e de socorros e o reconhecimento do papel importante  desempenhado pelos navios das organizações humanitárias para o efeito.

Assuntos Tunísia  

Leia também