Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

07 Outubro de 2019 | 22h09 - Actualizado em 07 Outubro de 2019 | 22h09

Petrolífera líbia saúda advertência da ONU contra divisão da empresa

Trípoli - A Empresa Nacional Líbia de Petróleo (NOC) saudou advertência feita domingo pela Missão de Apoio das Nações Unidas na Líbia (MANUL) contra a divisão das funções desta companhia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Esta iniciativa representa uma etapa importante para conter as tentativas de divisão do país”, indica a NOC em reação ao aviso da MANUL.

Num comunicado, a NOC considera a posição onusina como a "reafirmação" pela comunidade internacional do direito exclusivo (da NOC) de importar e exportar o crude e os seus derivados, acrescentando que esta iniciativa representa uma etapa importante para conter as tentativas de divisão do país.

A NOC sublinha que o petróleo e os recursos naturais da Líbia, são propriedade de todo o povo líbio e não devem em caso algum serem utilizados para fins militares.

"A utilização do petróleo líbio e das instalações petrolíferas para fins militares representa uma violação flagrante do Direito Internacional Humanitário que constitui um crime de guerra”, acrescenta.

A MANUL advertiu, no fim de semana, contra os esforços em curso para dividir as funções da Empresa Nacional Líbia de Petróleo que ameaçam as receitas petrolíferas do país e, assim, os interesses de todos os Líbios.

Para a Missão Onusina tais esforços poderão constituir uma violação das resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas e expor os responsáveis a sanções.

A 8 de setembro último, a Empresa Nacional de Petróleo em Benghazi, uma instituição paralela, decidiu reestruturar o Conselho de Administração da Brega, empresa de comercialização de produtos petrolíferos, justificando esta decisão pela retenção pela NOC, no oeste da Líbia, dos abastecimentos de gás e de combustíveis para a região oriental”.

A NOC em Trípoli advertiu, por intermédio do seu diretor, Mustafa Sanalla, contra as “tentativas de divisão e politização do setor petrolífero com vista a servir os interesses obscuros e  objetivos estrangeiros.

Assuntos Líbia  

Leia também
  • 05/10/2019 18:29:48

    Cento e dois emigrantes clandestinos socorridos no largo de Tripoli

    Trípoli, Líbia - Quase 102 emigrantes clandestinos foram socorridos no largo de Tripoli pelos agentes da Guarda Costeira líbia, sinal da persistência do fenómeno da emigração clandestina, a partir do território líbio em direcção à Europa.

  • 03/10/2019 17:26:14

    Quase sete mil migrantes resgatados desde Janeiro na Líbia

    Tripoli - A marinha líbia anunciou hoje que resgatou desde Janeiro quase sete mil migrantes ao largo da costa oeste da Líbia, enquanto tentavam atravessar o Mediterrâneo, um número que diminuiu quase 43% em relação a 2018.

  • 23/09/2019 12:00:49

    Vários países reiteram apoio à companhia nacional líbia de petróleo

    Tripoli, Líbia - Vários países e diplomatas declararam o seu apoio, sem reservas, à Companhia Nacional Líbia de Petróleo (NOC), enquanto única instituição petrolífera independente, legítima e neutra na Líbia, soube a PANA de fonte oficial em Tripoli.