Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

26 Outubro de 2019 | 21h26 - Actualizado em 26 Outubro de 2019 | 21h26

Grupo hoteleiro Azalai celebra 25º aniversário de sua criação em Nouakchott

Nouakchott - A cadeia de hotéis "Azalai" celebrou sexta-feira o 25º aniversário da sua criação com uma série de actividades em Nouakchott.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

As festividades da capital mauritana, que decorreram de 22 a 25 de Outubro, incluem, entre outras actividades, "acções sociais, a inauguração de uma exposição, um jantar e um encontro de funcionários com a imprensa na sexta-feira".

Durante o encontro, Franck Edja, director de marketing e comunicação, falou da celebração deste aniversário como sendo "um forte momento de partilha entre todos os segmentos do grupo e a base de clientes".

Disse que, além do Mali (berço), o grupo está presente na Côte d’Ivoire, no Benin, no Burkina Faso, na Guiné-Bissau, na Mauritânia e que os seus  projectos estão muito avançados no Senegal, na Guiné Conakry e no Níger.

A cadeia hoteleira da África Ocidental dispõe actualmente de mais de mil e 100 quartos em vários países da sub-região e oferece mais de quatro mil  empregos directos e indirectos.

Do seu lado, Hicham Naciri, director-geral do "Azalai Marhaba" Nouakchott, recordou que este estabelecimento foi criado em 2016.

Dispõe actualmente de 64 quartos, com uma extensão para 130 quartos previstos a partir de 2020 e cerca de 40 colaboradores, cujo número vai triplicar graças à extensão.

O Grupo "Azalai" foi criado em 1993 por Mossadeck Baily, um empresário maliano.

Assuntos África  

Leia também
  • 26/10/2019 20:58:53

    141 emigrantes nigerinos rapatriados da Líbia

    Tripoli - Cerca de 141 migrantes nigerinos bloqueados na Líbia regressaram voluntariamente quinta-feira última ao seu país, graças à ajuda da Organização Internacional para a Migração (OIM).

  • 24/10/2019 23:13:36

    Guiné Bissau: Inquérito à denúncia de tentativa de golpe em curso

    Bissau - O primeiro-ministro da Guiné-Bissau, Aristides Gomes, disse hoje que há um inquérito em curso na sequência de ter denunciado, na segunda-feira, uma tentativa de golpe de Estado no país.

  • 24/10/2019 23:04:13

    RDCongo: Apoiantes de Kabila confiantes em nova candidatura

    Kinshasa - Os apoiantes do antigo Presidente da República Democrática do Congo (RDCongo) Joseph Kabila afirmaram hoje (quinta-feira) que não há qualquer obstáculo na Constituição do país que impeça o anterior chefe de Estado de se candidatar em 2023.