Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

21 Maio de 2020 | 16h23 - Actualizado em 21 Maio de 2020 | 16h23

Presidente da Tanzânia reabre universidades e competições desportivas

Dodoma - O Presidente da Tanzânia, John Magufuli, anunciou hoje a reabertura das universidades e o regresso das competições desportivas a partir de 01 de Junho, após assegurar que a epidemia está em forte declínio, para desagrado dos seus adversários.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira da Tanzânia

Foto: Divulgação

John Magufuli tem vindo a minimizar constantemente a gravidade do surto do novo coronavírus e já passaram três semanas desde que o seu Governo actualizou o número total de casos, que tinha estagnado em 480, incluindo 16 mortes.

Numa altura em que a Embaixada dos Estados Unidos no local tem dado sinais de um "crescimento exponencial" do vírus em várias partes do país e a oposição tem denunciado tácticas de "encobrimento", John Magufuli decidiu flexibilizar as medidas de contenção da pandemia.

"Decidimos reabrir as universidades a partir de 01 de Junho de 2020", disse o chefe de Estado numa reunião pública na capital administrativa, Dodoma, acrescentando que a decisão sobre o ensino primário e secundário seria tomada mais tarde.

Acrescentou que os eventos desportivos poderiam ser retomados na mesma data, mas com medidas de distanciamento social.

"Neste momento, não ouvi falar de nenhum desportista que tenha morrido do coronavírus, o que significa que o desporto é importante não só para o entretenimento, mas também para combater o vírus", afirmou.

O Presidente Magufuli anunciou no domingo que o número de casos tinha "diminuído drasticamente" no país graças às orações dos tanzanianos, sem, contudo, adiantar quaisquer números.

Determinou uma nova sessão de três dias de orações nacionais a começar na sexta-feira para agradecer a Deus, enquanto o governador da capital económica Dar es Salaam, Paul Makonda, apelava aos seus eleitores para saírem à rua no domingo e fazerem barulho para celebrar o progresso da epidemia no país.

Magufuli, 60 anos, foi eleito Presidente em 2015. Apelidado de "Tingatinga" ('bulldozer' em suaíli), é regularmente acusado pelos seus opositores de fortes tendências autoritárias e, por grupos de defesa dos direitos humanos, de cercear gravemente as liberdades civis no seu país.

Assuntos Tanzânia  

Leia também
  • 16/03/2020 17:59:44

    COVID-19: Número de países africanos afectados sobe para 29

    Arusha - O número de países africanos afectados pela pandemia de Covid-19, causada pelo novo coronavírus, subiu para 29, com o surgimento de casos na Tanzânia, Somália e Benim, anunciaram hoje as autoridades dos respectivos países.

  • 25/01/2020 00:00:32

    Ministro do interior demitido por violar normas na Tanzânia

    Dar es Salaam, Tanzânia - O ministro tanzaniano do Interior, Kangi Lugola, foi hoje exonerado por ter assinado um contrato controverso de 405 milhões de euros, sem o aval das autoridades competentes, soube a PANA de fonte oficial em Dar es Salaam.

  • 09/12/2019 18:35:04

    Presidente da Tanzânia concede perdão a cinco mil e 553 presos

    Mwanza - O Presidente da Tanzânia, John Magufuli, anunciou hoje que concedeu o perdão da pena aplicada a cinco mil e 533 prisioneiros, no âmbito das cerimónias que assinalaram o 58º aniversário da independência do país.