Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

25 Junho de 2020 | 10h46 - Actualizado em 25 Junho de 2020 | 08h54

Covid-19: Cabo Verde já investiu 1,1 ME em 39 mil testes rápidos e de virologia

Praia - Cabo Verde já investiu 1,1 milhões de euros em 39 mil testes rápidos e de virologia realizados até agora, que totalizaram 999 casos positivos do novo coronavírus, foi hoje anunciado.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Vista parcial da cidade da Praia, Cabo Verde

Foto: Divulgação

Os dados foram avançados em conferência de imprensa, na cidade da Praia, ilha de Santiago, pelo director do Serviço de Prevenção e Controlo de Doenças, Jorge Noel Barreto, indicando que o país já realizou cerca de nove mil testes de virologia (PCR) e 30 mil testes rápidos de pesquisa de anticorpos.

Cabo Verde começou a fazer testes de diagnóstico à covid-19 no Instituto Ricardo Jorge, em Portugal, mas desde 14 de Março que realiza testes no laboratório de virologia do Instituto Nacional de Saúde Pública, instalado no Hospital Agostinho Neto, na Praia, e desde 05 de Junho também na ilha de São Vicente.

Já os testes rápidos de pesquisa de anticorpos estão a ser feitos em todas as ilhas e só os casos positivos são depois analisados nos laboratórios centrais de virologia.

Segundo Jorge Barreto, cada teste de diagnóstico da covid-19 custa 11 mil escudos, enquanto cada teste rápido de pesquisa de anticorpos custa mil escudos.

Feitas as contas, o país já investiu 129 milhões de escudos no total de testes até agora realizados em todo o país.

Além dos testes, o director sublinhou que se somam os custos do tempo de trabalho dos técnicos e electricidade, entre outros, cujo valor não especificou.

O primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, revelou hoje, no parlamento, que os testes à covid-19 vão começar a ser feitos localmente na ilha do Sal até final deste mês e um quarto laboratório será instalado na Boa Vista.

Segundo o chefe do Governo, o objectivo é reforçar a capacidade de diagnóstico, dar segurança à população e reduzir os constrangimentos do envio das amostras para análise noutras ilhas.

Cabo Verde regista um acumulado de 999 casos de covid-19, desde 19 de Março, dos quais oito óbitos, dois doentes transferidos para os seus países, 562 recuperados, fazendo com que o país tenha neste momento 427 casos de infecção activa.

 Os casos acumulados foram registados nas ilhas de Santiago (777), Sal (147), Boa Vista (57), São Vicente (12), Santo Antão (04) e São Nicolau (02).

Assuntos Cabo Verde  

Leia também