Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

30 Junho de 2020 | 16h30 - Actualizado em 30 Junho de 2020 | 21h38

ACNUR regista mais de um milhão de deslocados na RDC

Kinshasa - O Alto Comissariado da ONU para os Refugiados (ACNUR) revelou nesta terça-feira, 30, que a Republica Democrática do Congo tem mais de um milhão de deslocados provocados pela violência armada.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira da República Democrática do Congo (RDC)

Foto: Divulgação

Num comunicado que o “Jeune Afrique” teve acesso, o ACNUR manifestou-se “alarmado” com o aumento dos ataques violentos dos grupos armados contra os civis do Leste da RDC.

No documento, a agência da ONU defende o reforço da presença da Polícia e das Forças Armadas, com o apoio dos capacetes azuis, com o objectivo de melhorar a segurança e levar os responsáveis à Justiça.

 De acordo com aquela instituição mundial, nos últimos seis meses, a violência dos rebeldes contra os civis aumentou, por causa do seu presumível apoio as forças armadas congolesas.

Nas ultimas seis semanas o ACNUR e os seus parceiros registaram vários ataques perpetrados pelos grupos armados contra os campos de deslocados, nomeadamente em Djugu, província do Ituri; Fizi e Mwenga, província do Kivu-Sul bem como em Masisi e Rutshuru, província do Kivu-Norte

Assuntos RDCongo  

Leia também