Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

18 Setembro de 2020 | 14h36 - Actualizado em 18 Setembro de 2020 | 14h36

Burundi abre caixas de queixa da população contra corrupção

Bujumbura - Caixas de queixa da população foram abertas em todas as comunas do Burundi, uma iniciativa do novo chefe de Estado Evariste Ndayishimiye, que sucedeu o falecido Presidente Pierre Nkurunziza.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A contagem destas queixas terá lugar uma vez por mês e estas queixas do povo serão tratadas de forma apropriada, comprometeu-se o presidente burundês.

A seu ver, esta iniciativa ajudará a superar receios da população que denuncia casos de corrupção ou de injustiça que impedem o desenvolvimento do país.

A iniciativa segue-se ao facto de o organigrama do novo Governo do Burundi não ter renovado o Ministério da Presidência encarregue da boa governação e da luta contra a corrupção.

"Tratarei pessoalmente destas questões", garanbtiu o general Ndayishimiye, durante a cerimónias de investidura.

O novo Governo burundês quer ser "trabalhador e responsável", para que todos os cidadãos tenham o suficiente para comer e receber dinheiro, proclamou o sucessor do defunto Presidente Pierre Nkurunziza, falecido a 8 de Junho de 2020.

O desemprego é uma outra preocupação do novo executivo burundês, que lançou a 12 de Setembro corrente, recentemente um recenseamento de todos os jovens licenciados desempregados.

Quase 300 mil jovens já apareceram para o recenseamento, lançado por um período indeterminado.

Assuntos Justiça  

Leia também