Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

22 Setembro de 2020 | 08h46 - Actualizado em 22 Setembro de 2020 | 08h07

Cabo Verde reafirma compromisso com multilateralismo nas Nações Unidas

Nações Unidas - O primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, assinalou esta segunda-feira o 75.º aniversário da Organização das Nações Unidas, dizendo que o multilateralismo e o desenvolvimento sustentável não devem ser ameaçados pela pandemia de covid-19.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ulisses Correia e Silva, primeiro-ministro de Cabo Verde (Foto arquivo)

Foto: Rosario dos Santos

Numa mensagem de vídeo pré-gravada e transmitida no Salão da Assembleia Geral da ONU, em Nova Iorque, Ulisses Correia e Silva reafirmou o empenho de Cabo Verde no multilateralismo: "o nosso compromisso é constante e consistente (...) e assim será".

"A pandemia que estamos todos a experienciar não deve ameaçar o desenvolvimento sustentável" pediu o chefe do Governo cabo-verdiano, defendendo a "partilha de responsabilidades".

O primeiro-ministro constatou que "a pandemia mostrou, mais uma vez, a importância do multilateralismo", acrescentando que "todos perdem" e "o impacto para o (...) planeta é certamente negativo".

Pelo seu "potencial devastador" e pelo facto de as alterações climáticas não conhecerem fronteiras, Correia e Silva defendeu que "este é o momento" para acção multilateral e intergovernamental, de acordo com os objectivos de desenvolvimento sustentável da Agenda 2030.

"As Nações Unidas podem não ser perfeitas, mas o nosso mundo também não é. Porém, o mundo é um sítio melhor por causa das Nações Unidas", disse o antigo presidente da Câmara Municipal da Praia, capital do país.

Também antigo ministro das Finanças (em 1999 e 2000), Ulisses Correia e Silva notou a "diversidade de países" e defendeu a necessidade de "governação em assuntos globais" como políticas ambientais, saúde pública e sistema de desenvolvimento financeiro.

Na sessão de comemoração do 75.º aniversário das Nações Unidas, Cabo Verde elogiou os "75 anos de contribuição para a segurança, paz, liberdade, democracia, promoção e protecção dos Direitos Humanos e redução da pobreza em todo o mundo".

A Assembleia Geral da ONU inaugurou na segunda-feira o debate geral de uma forma sem precedentes nos 75 anos da organização, em que a totalidade dos discursos de chefes de Estado e de Governo será feita por vídeos previamente gravados.

A semana de alto nível na Assembleia Geral da ONU começou em Nova Iorque, com a presença limitada de pessoas na sede.

Assuntos Cabo Verde  

Leia também
  • 19/09/2020 20:24:31

    BM financia com 22 milhões de euros projectos em sectores de transportes em Cabo Verde

    Praia - O Banco Mundial (BM) financiará projectos em Cabo Verde com quase 22 milhões de euros (cerca 2,4 milhões de contos), através da Associação Internacional de Desenvolvimento, visando a sustentabilidade e a qualidade das ligações marítimas inter-ilhas, bem como no sector energético e no reforço da transparência, apurou a PANA, sexta-feira, de fonte segura.

  • 14/09/2020 01:16:59

    PM de Cabo Verde anuncia programa de emergência após estragos das chuvas

    Praia - O primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, anunciou neste domingo um programa de emergência para fazer face aos muitos estragos provocados pelas fortes chuvas que caíram nos últimos dias no arquipélago, com mais estragos na cidade da Praia.

  • 07/09/2020 20:01:05

    Cabo Verde espera pedir certificação de país livre de malária em Janeiro

    Praia - Cabo Verde não regista casos de transmissão local de malária há mais de dois anos, cenário que, mantendo-se até Janeiro, permitirá o pedido de certificação à Organização Mundial da Saúde (OMS) como país livre da doença, foi hoje anunciado.