Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

12 Julho de 2010 | 11h45 - Actualizado em 12 Julho de 2010 | 11h45

Vice-ministro da Agricultura trabalha na Lunda Norte

Visita

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda - O vice-ministro da Agricultura para as Florestas, André de Jesus Moda, foi hoje (segunda–feira) a província da Lunda Norte, onde vai avaliar os programas florestais em curso na região.

  

Em breves declarações à Angop, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, André Moda, explicou que a sua visita tem como objectivo avaliar a implementação das políticas florestais, apreciadas pelo Conselho Ministro e que estão a ser executada nas 18 províncias.

Segundo disse, o programa visa o repovoamento florestal, nas áreas onde foram cortadas às árvores, a exploração racional dos recursos florestais, bem como um maior aproveitamento dos seus rendimentos.

Durante a sua permanência, o vice-ministro vai acompanhar a exploração do recurso

florestal na província, para melhorar avaliar o comportamento das populações e dos agentes económico na exploração deste meio.

“A população abusa, é agressiva, e maltrata muito os espaços florestais”, referiu André

Moda, exemplificando as queimadas de florestas feitas por alguns cidadãos.

“Todos nós estamos ligados as plantas, porque com elas vivemos, então não devemos deixar que sejam destruídas, vamos pôr em prática o plano do Governo de implementar várias Zonas florestais para evitar áreas devastadas o que não faz bem ao nosso ambiente”, finalizou.

Segundo dadas, nos últimos 5 anos (2004-2009) foram plantados no país, a título experimental, 153 mil hectares de florestas, cifra que apesar de insuficiente demonstra o

interesse do Governo em aumentar as zonas florestais.

Leia também