Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

01 Junho de 2012 | 19h08 - Actualizado em 01 Junho de 2012 | 19h31

Projecto "Angola LNG" prevê reduzir emissão de gases

Feira

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda - As políticas ambientais do projecto "Angola LNG", implementado no município do Soyo, província do Zaire, com o fito de reduzir a queima de um recurso não renováveis e rentabilizar o gás, prevê a protecção da biodiversidade e redução de gases nas zonas de operação.

Reconhecendo a importância da protecção ambiental nos locais que desenvolve a sua actividade, a direcção da empresa reiterou o cumprimento da legislação e normas existentes, assim como a colaboração com as instituições afins na análise dos problemas ambientais que forem surgindo e na preparação de padrões ambientais rentáveis e científicos.

De acordo com um documento entregue à Angop, junto da stand da "Angola LNG", na 2ª edição da Feira Internacional de Tecnologias Ambientais, no caso da redução das emissões de gases, com a aplicação de tecnologias "Cascade da ConocoPhillips", o gás associado à produção de petróleo vai ser transportado através de uma rede de gasoduto instalado no mar e em terra para processamento, permitindo a eliminação e queima constante do liquido.

"O gás natural liquefeito (LNG) é uma fonte de energia limpa, ecológica e não tóxica e um suporte de Angola para o desenvolvimento sustentável", descreve o documento.

Com outra iniciativa sobre o controlo de qualidade do ar vai permitir fazer uma sólida avaliação científica dos poluentes do ar e dos gases causadores do efeito de estufa.

Quanto a gestão dos resíduos sólidos e efluentes, também foram acauteladas neste projecto, com o objectivo de minimizar os efeitos negativos de todo o tipo de resíduos perigosos e não perigosos que derivam das actividades da Angola LNG.

Tanques de tratamento de afluentes e incineradora foram montados no local, como forma de protecção.

A protecção da biodiversidade, sobretudo dos mangais e das tartarugas marinhas, também constam do projecto.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 06/02/2019 09:49:56

    Angola aumenta áreas de conservação ambiental terrestre

    Luanda - Angola aumentou de 6,6 por cento para 12,58 por cento a zona terrestre nas áreas de conservação a nível nacional, bem como uma área marinha de conservação ambiental, segundo dados dos resultados preliminares das metas do Aichi 2020 sobre biodiversidade.

  • 29/01/2019 15:12:28

    Gestores esclarecidos sobre legislação de exportação de resíduos

    Luanda - Gestores de empresas públicas e privadas que exercem actividades de gestão de resíduos, tratamento de águas residuais foram, nesta terça-feira, em Luanda, esclarecidos sobre os procedimentos administrativos para a transferência de resíduos destinados à reutilização, reciclagem e sua valorização.

  • 17/01/2019 21:38:32

    Especialistas querem revisão da moldura penal contra crimes ambientais

    Luanda- Especialistas do Ministério Público (MP) e do Ministério do Ambiente recomendaram, nesta quinta-feira, em Luanda, a revisão da moldura penal contra os crimes ambientais, como forma de melhor se combater a rota do tráfico de produtos da caça furtiva.

  • 15/01/2019 17:46:07

    Ministério do Ambiente quer legislação contra crimes ambientais

    Luanda - A ministra do Ambiente, Paula Francisco, defendeu nesta terça-feira, em Luanda, a necessidade da aprovação de um pacote legislativo para combater os crimes ambientais no país.