Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

24 Agosto de 2012 | 19h41 - Actualizado em 24 Agosto de 2012 | 19h41

Ministra inaugura 1º Centro de Ecologia e Alterações Climáticas

Huambo

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Huambo - A ministra do Ambiente, Fátima Jardim, é aguardada este sábado na cidade do Huambo, onde vai inaugurar o 1º Centro de Ecologia Tropical e Alterações Climáticas (CETAC) do país, erguido pelo Executivo angolano, com a finalidade de desenvolver investigação aplicada no domínio da ecologia tropical, na perspectiva de gestão de ecossistemas naturais.

O centro visa apoiar a elaboração e implementação de políticas e programas de preservação do ambiente.

Pretende-se ainda com o CETAC, erguido na zona adjacente à estufa-fria (no centro da cidade), aproveitar as possibilidades oferecidas por este tipo de investigação na melhoria das condições de vida das populações através da utilização racional dos recursos hídricos e climáticos.

Fátima Jardim vai também inaugurar, sábado, a 2ª fase da Casa Ecológica, instituição criada em 2007 com o propósito de promover a educação sobre o meio ambiente, sensibilização, conservação e preservação, para garantir equilíbrio ambiental e traçar, no quadro dos objectivos nacionais e internacionais, a política ambiental do governo local.

O CETAC terá a sua sede nesta região, mas desenvolverá sua actividade em todo o território nacional, podendo criar, para o efeito, estações de investigação científica em outras províncias do país.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 31/01/2019 23:21:41

    Huambo "luta" para ser Capital Ecológica

    Huambo - Há sete anos, a província do Huambo desenvolve acções para se transformar na Cidade Ecológica de Angola, com olhos postos na educação e protecção ambiental.

  • 31/01/2019 13:33:53

    Plantadas mais de quatro mil árvores diversas

    Huambo - Quatro mil e 500 árvores diversas, entre pinheiros, casuarinas e frutíferas, foram plantadas hoje, quinta-feira, em algumas zonas dos municípios do Huambo e do Bailundo, em saudação ao Dia Nacional do Ambiente.

  • 29/01/2019 19:56:24

    Flora e fauna do Morro do Moco em risco de extinção

    Huambo - A floresta e as mais de 200 espécies de aves, entre outros animais, do Morro do Moco, ponto mais alto de Angola, situado no município do Londuimbali, província do Huambo, se encontram em risco de extinção, devido a acção dos habitantes circunvizinhos de uma das sete maravilhas do país.

  • 25/01/2019 22:57:41

    Exploração de inertes entre os crimes ambientais mais frequentes

    Huambo - A exploração de inertes, caça-furtiva, abate-indiscriminado de árvores e contaminação dos leitos de água, estão entre os crimes ambientais mais frequentes na província do Huambo, sem que prevaricadores prestem contas à justiça.