Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

03 Dezembro de 2013 | 18h17 - Actualizado em 03 Dezembro de 2013 | 18h17

Enaltecido programa de saneamento liderado pelas comunidades no Cunene

Ondjiva - O governador provincial do Cunene, António Didalelwa, disse, em Ondjiva, que o saneamento liderado pela comunidade permite reduzir os casos relacionados com a situação da cólera e doenças diarreicas junto das comunidades rurais.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

António Didalelwa defende saneamemto do meio

Foto: Angop/Cunene


António Didalelwa, que falava no encerramento do workshop sobre a problemática da seca e das alterações climáticas na região, adiantou que o programa visa mobilizar as comunidades e escolas na tomada de consciência sobre problemas na comunidade e a liderança no processo de eliminação das práticas de defecação ao ar livre e adopção de boas práticas de higiene.

Segundo disse, com a problemática da seca e inundações que a província vem registada nos últimos tempos, a mobilização e sensibilização social das comunidades, com vista a tomada de acções concretas, como o saneamento do meio, construção de latrinas e adopção de boas práticas de higiene e saneamento, reduzem de certo modo a situação da cólera e doenças diarreicas.


“A melhoria da qualidade de água e educação das populações passa por pequenos programas em que se assegure o exercício da cidadania, bem como o exercício de solidariedade para com os mais vulneráveis, fazendo com que através de pequenos programas todos possamos participar no que constitui um repto de fazermos com que o desenvolvimento humano em Angola possa ser melhorado” - referiu.

 
O saneamento ambiental sobretudo liderado pela comunidade, bem como o combate à vulnerabilidade, ajuda aos pobres e sobretudo àqueles que não têm conhecimento a melhorar as condições de vida e garantir um futuro constitui um dos projectos para o bem-estar dos angolanos.

 
Nesta conformidade, urge a necessidade de empreender esforço e acções concretas para defender a natureza, a preservação do ambiente e a melhoria da qualidade de vida, como um compromisso assumido pelo Executivo - disse o governador.

Na apresentação do tema sobre o programa de saneamento básico total liderado pela comunidade, o chefe de Departamento Provincial do Ambiente no Cunene, Contreiras Chingongo, disse que o programa em curso, desde 2010, abrangeu cerca de 300 mil pessoas com a construção de 19 mil e 377 latrinas nos seis municípios da província.

Assuntos Saúde  

Leia também